fcb.portal.reset.password

Iniesta, comemorando seu gol na final contra a Holanda / ARQUIVO-FCB

No dia 11 de julho de 2010, a Seleção Espanhola ganhou sua primeira – e até o momento única – Copa do Mundo, na África do Sul, contando com nada menos que oito jogadores do FC Barcelona. Valdés, Puyol, Piqué, Sergio Busquets, Xavi, Iniesta, Villa e Pedro integravam o memorável elenco comandado por Vicente del Bosque.

Deste grupo, apenas Valdés não foi titular, e Villa, que havia sido anunciado como reforço azul-grená pouco antes, acabou como artilheiro da competição, junto com Thomas Müller e Diego Forlan - mas recebeu a Chuteira de Prata, por ter menos assistências que o alemão. Iniesta entrou para a história por marcar o gol decisivo, a quatro minutos do final da prorrogação da final contra a Holanda, selando o 1 a 0 para a Roja.

Era de ouro

O título fechou em grande estilo a era de ouro da Seleção Espanhola, que coincidiu também com a melhor fase já vivida pelo Barça. O clube vinha de ganhar seis títulos no ano anterior ao mundial, e arrematou mais quatro na temporada 2009/10.

Voltar ao início