fcb.portal.reset.password

Xavi, durante o último derby / MIGUEL RUIZ-FCB

Xavi Hernández Creus deixa o FC Barcelona após 17 anos extremamente vitoriosos. Um dos maiores mitos da história do clube, ele se prepara para partir aos 35 anos de idade, detentor de uma espantosa coleção títulos e recordes. Foram oito Ligas e três Champions, um palmarés que poderá aumentar, caso a equipe de Luis Enrique termine esta temporada vencendo mais uma edição da competição europeia e outra Copa do Rei.

Sua estreia no time principal ocorreu em 18 de agosto de 1998, aos 18 anos, marcando um gol contra o Mallorca pela Supercopa da Espanha. O Barça era dirigido por Louis van Gaal. Desde então, a ascensão de Xavi foi constante e, em alguns anos, ele se tornaria o epicentro do meio de campo culé. Atravessaria a pior seca de troféus da história recente da entidade, para depois ser um dos pilares do melhor Barça já visto.

Em janeiro de 2011, o jogador nascido em Terrassa, Catalunha, superou Migueli e se tornou o jogador com mais partidas disputadas com a camisa azul-grená (549), um número que chegaria a 764 jogos.

Legado

Ao consolidar, em campo, o estilo que caracterizou o Barça mais memorável, Xavi deixa um legado importantíssimo ao FC Barcelona. O meiocampista marcou época por seus passes milimétricos, sua maneira de jogar com a cabeça erguida e sua 'volta mágica'. Tanto talento também repercutiu diretamente na seleção espanhola, com a qual viveu uma era dourada, ganhando duas Eurocopas e uma Copa do Mundo entre 2008 e 2012.

O camisa 6 - anteriormente 26 e 16 – foi, ainda, um líder fora de campo e uma das referências do elenco. Consequentemente, foi um dos capitães da equipe, passando a ser o principal após a aposentadoria de Puyol.


Xavi, FC Barcelona's legend por fcbarcelona
Voltar ao início