fcb.portal.reset.password

Xavi, erguendo a Copa do Rei 2011/12 / ARQUIVO FCB

Ao colocar um ponto final em sua trajetória como jogador do FC Barcelona, Xavi Hernández se converte em uma lenda da história do clube. Foi o volante quem mais vezes vestiu a camisa azul-grená, com 764 jogos oficiais desde sua estreia em 1998. A seguir, compilamos 17 momentos do craque, que esteve no time principal culé em 17 temporadas.

1-18 de agosto de 1998: Luis Van Gaal promove sua estreia contra o Mallorca em edição da Supercopa da Espanha. Ele marca um gol.

2-20 de dezembro de 1998: um gol providencial de Xavi no estádio do Valladolid dá a vitória ao Barça de Van Gaal. Então em décimo lugar, a equipe iniciará uma incrível virada, chegando ao título da Liga 1998/99 meses depois.

3-25 de abril de 2004: a cinco minutos do final e com um 1 a 1 no placar, Xavi recebe assistência de Ronaldinho e finaliza com um toque de cobertura antológico. A equipe comandada por Rijkaard ganha a partida.

4-2 de dezembro de 2005: se contunde gravemente durante um treino, rompendo o ligamento cruzado do joelho esquerdo. Ficará seus meses fora, mas festejando com o elenco os títulos da  Liga e da Champions em Paris.

5-29 de junho de 2008: eleito o melhor jogador da Eurocopa da Áustria e da Suíça, quando a Espanha conquista seu segundo título.

6-2 de maio de 2009: de seus pés sai a cobrança de escanteio que resulta no emblemático gol de cabeça de Puyol na inesquecível goleada por 6 a 2 no Real Madrid, em pleno Santiago Bernabéu.

7-13 de maio de 2009: encerra, de falta, a goleada por 4 a 1 sobre o Athletic de Bilbao na final da Copa do Rei em Mestalla. É o primeiro título da era Guardiola.

8-27 de maio de 2009: terceira Liga dos Campeões da historia do Barça, vencida em Roma contra o Manchester United. Xavi já tinha uma no currículo, mas esta é a primeira em que está em campo na final – na de Paris ainda se recuperava de lesão -, sendo eleito o melhor em campo.

9-19 de dezembro de 2009: primeiro título no Mundial Interclubes, conquistado contra o Estudiantes em Abu Dabi. Xavi recebe a Bola de Bronze do torneio.

10-11 de julho de 2010: campeão do mundo com a Espanha na Copa da África do Sul. Xavi é incluído entre os 11 melhores do campeonato.

11-29 de novembro de 2010: autor do primeiro gol do Barça contra o Real Madrid no Camp Nou, em clássico que termina em 5 a 0.

12-2 de janeiro de 2011: em um Barça 2 x 1 Levante, iguala Migueli no ranking dos jogadores que mais partidas disputaram com a camisa azul-grená (549).

13-10 de janeiro de 2011: terceiro melhor jogador do mundo no prêmio Bola de Ouro, que tem Messi como ganhador e Iniesta em segundo lugar.

14-26 de outubro de 2013: Em um Barça 2 x 1 Madrid pela Liga, Xavi bate o recorde de Clássicos disputados pelo torneio nacional (26), superando Migueli e Puyol (25), que fica no banco.

15-16 de janeiro de 2014: atinge 700 partidas oficiais pelo Barça, em duelo pela Copa do Rei com o Getafe. No jogo seguinte, o Camp Nou lhe renderá homenagem.

16-25 de abril de 2015: chega a seu 500º embate pela Liga, contra o Espanyol (vitória por 2 a 0 fora de casa).

17-17 de maio de 2015: vence sua oitava Liga, no Vicente Calderón (1 a 0 no Atlético de Madrid).

Voltar ao início