fcb.portal.reset.password
Os craques culés celebram o gol de Busquets no último minuto.

Os craques culés celebram o gol de Busquets no último minuto. / FOTO: MIGUEL RUIZ-FCB

O FC Barcelona venceu o Valencia por 1 a 0 com um gol de Sergio Busquets no último minuto do duelo deste domingo, no estádio Mestalla, em Valência. A partida foi válida pela 13ª rodada da Liga Espanhola 2014/15. Com o resultado, o Barça quebrou a invencibilidade dos valencianos nos jogos em casa e se manteve na luta direta pela liderança da competição.

Equilíbrio sem gols

O primeiro tempo iniciou de forma estratégica. Ambas as equipes se estudavam mas não ofereciam perigo ao rival. Aos poucos, o Barça foi tomando o controle da partida e aumentou a pressão ofensiva. Mas o Valencia não estava ali como um mero espectador e levava perigo nos contra-ataques. E em uma jogada dessas, os donos da casa quase abriram o placar.

Rodrigo recebeu a bola na área culé, se livrou do zagueiro e chutou forte. Claudio Bravo defendeu, com dificuldades. A resposta do Barça foi imediata. No minuto 13, Neymar Jr recebeu um lançamento na área e deixou Suárez na cara do gol com um toque de primeira. O uruguaio chutou forte, mas foi a vez de Diego Alves fazer uma excelente defesa. No último lance, André Gomes teve uma grande chance, mas mandou para fora. Final: 0 a 0.

Ritmo e intensidade

Valencia e Barça aumentaram o ritmo e a intensidade na etapa final. A constante busca pelo gol desde os minutos iniciais mostrava que ninguém estava feliz com o empate. Primeiro, Suárez levou a melhor sobre Diego Alves e sem goleiro, mandou para fora. Pouco depois, Piqué salvou na linha do gol um chute de Rodrigo. No minuto 67, gol de Suárez, mas o árbitro marcou impedimento.

Os ataques eram contínuos dos dois lados, mas na reta final da partida os donos da casa afinaram a parte ofensiva e botaram os culés na defesa. Claudio Bravo, um dos melhores do jogo, foi o grande destaque ao realizar duas defesas sensacionais. Primeiro, anulou um forte disparo de Feghouli no minuto 71. Logo depois, teve que fazer um verdadeiro milagre diante de Negredo.

Busquets, o salvador

O FC Barcelona saiu ileso da pressão adversária e foi quem tomou o controle ofensivo nos momentos decisivos. O árbitro deu três minutos de acréscimos e a equipe de Luis Enrique permaneceu o tempo todo no ataque. A insistência teve recompensa. No último minuto, Messi cruzou da direita e Neymar jr cabeceou. Alves fez uma grande defesa e, no rebote, Busquets mandou para o fundo das redes. Um triunfo que mantém o Barça na segunda posição da Liga Espanhola, a dois pontos do líder Real Madrid.

Voltar ao início