fcb.portal.reset.password

A equipe contabiliza 11 gols a favor e nenhum contra na Liga / FOTO: MIGUEL RUIZ-FCB

Os 5 a 0 sobre o Levante serviram para confirmar o bom início de temporada do FC Barcelona. Líder isolado com 12 pontos, 11 gols a favor e nenhum contra, o time de Luis Enrique acumula quatro vitórias em quatro jogos disputados pela Liga e mais uma obtida na estreia da Champions contra o APOEL. Reunimos os dados de maior destaque deste período inicial:

  • Sete jogadores marcaram gols nas cinco primeiras partidas: Messi (3), Neymar (3), Sandro (2), Munir, Piqué, Rakitic e Pedro.
  • Assim, todos os atacantes do elenco já balançaram as redes adversárias. Com exceção de Luis Suárez, ainda impossibilitado de estrear por causa da punição que recebeu da FIFA.
  • Não apenas integrantes da linha ofensiva anotaram; Piqué e Rakitic, respectivamente zagueiro e meio-campista, também já deixaram suas marcas.
  • Rakitic fez seu primeiro gol com a camisa do Barça contra o Levante. Curiosamente, na última vez que enfrentou os valencianos por seu clube anterior, o Sevilla - partida terminada ocorrida em Sevilha e terminada em 3 a 2 em favor dos visitantes - o croata também guardou.
  • Outro que debutou na lista de artilharia no domingo foi Pedro, que quebrou um pequeno jejum: não marcava desde a 34ª rodada da temporada passada, na vitória por 2 a 1 contra o Athletic Club de Bilbao.
  • Com o seu tento, que abriu a goleada, Neymar Jr marcou pela primeira vez em duas rodadas seguidas da Liga.
  • Após uma expulsão (Elche), uma suspensão (Villarreal), uma substituição no intervalo (Athletic Club) e uma ausência na lista de convocados (APOEL FC), Mascherano pôde por fim atuar em uma partida completa pela primeira vez na temporada.
  • Bravo, Mathieu, Alba, Busquets, Rakitic e Messi foram os seis atletas que começaram os quatro jogos válidos pela Liga até o momento.
  • De fato, o camisa 10 é o único que foi titular em todas as cinco partidas oficiais da temporada. Munir também vinha sendo titular em todas, mas ficou no banco no domingo.

 

Voltar ao início