fcb.portal.reset.password
Ronaldinho celebra um gol

Ronaldinho celebra um gol

Durante os cinco anos (2003-08) que vestiu a camisa do FC Barcelona, Ronaldo de Assis Moreira (34 anos) fez do futebol um esporte mais alegre, irreverente e imprevisível. Foi o símbolo de uma geração que devolveu o orgulho, os títulos e o estilo à um clube que levava alguns anos sem rumo.

Sempre com um sorriso estampado na cara - sua marca registrada - inventou dribles, imortalizou jogadas, transformou os jogos do Camp Nou em um espetáculo circense que ninguém queria perder...e conquistou o mundo.

Seis anos após a sua saída do clube, Ronaldinho Gaúcho oferece esta entrevista exclusiva ao www.fcbarcelona.com.br direto do México, onde fala sobre Messi, opina sobre Neymar Jr e declara o seu amor eterno ao Barça. Um presente ao clube pelos seus 115 anos.   

Quando escuta falar sobre o FC Barcelona, o que vem na tua cabeça?

Ronaldinho: Quando escuto o nome Barça me vem logo um sorriso de alegria e felicidade incontrolável: meu momento mágico. Tudo aconteceu de uma maneira tão perfeita que só posso agradecer este grande clube por cada segundo ali vivido.

Quais são as suas melhores lembranças do clube e da cidade?

O Barça é a união e o encontro de muitas pessoas apaixonadas pelo clube. Na chegada, por exemplo, o vigilante nos recebia com um sorriso que contagiava nosso dia. Ali encontrei muita gente legal, humilde e feliz por pertencer ao clube. E isso era um grande exemplo do que é o FC Barcelona.

Você conheceu Messi no início da carreira dele e são amigos. Te surrpreendeu a explosão dele como atleta, as quatro Bolas de Ouro que conquistou e os recordes de gols na Liga e na Champions?

Não me surpreendeu este sucesso. É fruto de muito trabalho e da qualidade dele.

Messi quebrou um recorde histórico de gols na Liga e publicou uma imagem contigo nas redes sociais, lembrando a tua assistência no primeiro gol dele. O que sentiu com essa dedicatória?

O que me deixa feliz mesmo é vê-lo cada vez melhor, mais forte fisicamente e de bem com a família. Os recordes vêm em segundo plano. O melhor de tudo é ser amigo de um grande homem dentro e fora de campo. A única diferença é que eu o conheci ainda em formação e pude participar desta etapa importante.

Você representa muito para o FC Barcelona, que inclusive fez um documentário para expressar a gratidão pelos seus serviços. Qual a tua opinião sobre isso?

O Barça simplesmente mora no meu coração. Agradeço a homenagem e sou eternamente grato por tudo. Os amigos que fiz, os companheiros de equipe que eram como irmãos, os títulos, as voltas vitoriosas a cada conquista…e me arrepio só de lembrar da nossa entrada em campo antes dos jogos da Champions. Que adrenalina! Era como ir para meu mundo particular, ali me sentia bem, feliz em ver o estádio pulsando.

Acredita que Neymar pode seguir o teu caminho e chegar a ser um grande ídolo do FC Barcelona?

Neymar está no caminho certo. Acertou na escolha do clube, tem um grande exemplo que é o Messi e um grupo com os melhores jogadores de cada país. Jogar no Barcelona e estar com os melhores do mundo em campo só vai fazê-lo crescer.

Qual mensagem gostaria de mandar ao Barça e seus torcedores pelos 115 anos celebrado no último sábado?

A todos os culés, muito obrigado. De coração, Barça eu te amo. Obrigado mesmo. Feliz aniversário! Minha reverência ao maior clube do mundo.


Para finalizar, não deixe de ver o emocionante documentário feito pela Barça TV, intitulado 'Quando o Barça recuperou o sorriso'. Uma homenagem ao eterno craque culé, Ronaldinho Gaúcho. 

Voltar ao início