fcb.portal.reset.password

Luis Enrique, no banco de reservas do Barça. FOTO: MIGUEL RUIZ-FCB.

O Troféu Colombino disputado neste sábado por Recreativo e FC Barcelona, em Huelva, ficará na lembrança como o primeiro da Era Luis Enrique como técnico culé. Uma partida que foi decidida graças a um gol de Joan Román, no minuto 65. O Barça, com a maioria de atletas do Barça B, teve o controle do jogo, que também contou com a estreia do goleiro Ter Stegen.

Apenas três jogadores do time principal saíram na equipe titular deste sábado: Masip, Montoya e Sergi Roberto. Todos os outros eran do Barça B: Edgar Ié, Bagnack, Grimaldo, Halilovic, Babunski, Munir, Adama e Dani Nieto. Um 4-3-3 bem definido no qual os atletas culés buscaram o domínio do encontro e mostraram lances de qualidade, como os do croata Halilovic, um dos destaques azul-grená.

O Recreativo se defendia bem do dinamismo ofensivo dos jogadores de Luis Enrique. Um disparo de Montoya e outro de Halilovic defendido pelo goleiro Sotres foram as melhores opções de gol da etapa inicial.

Mudança geral

No segundo tempo, o FC Barcelona voltou completamente diferente. Entraram outros quatro do time principal, Bartra, Afellay, Deulofeu e Ter Stegen. A equipe começou a gerar mais perigo com Deulofeu e através dele nasceu a jogada do único gol da partida. No minuto 65, ele se livrou duas vezes do mesmo adversário antes de chutar com força. O goleiro rebateu e Joan Román aproveitou a sobra para marcar.

Com a entrada de Dongou, os 23 convocados tiveram a sua chance. E fizeram um bom trabalho. O domínio do Barça foi completo, apesar das dificuldades para superar a organizada defesa do Recreativo. Antes do fim da partida. Deulofeu teve tempo de mandar um belo disparo no travessão. Essa foi a estreia de um Barça que deixou uma boa imagem. Entretanto, a partida não permite obter conclusões para o futuro.

Voltar ao início