fcb.portal.reset.password

Rakitic, durante a entrevista coletiva. FOTO: MIGUEL RUIZ - FCB

[[DES_1]] Ivan Rakitic foi o protagonista da entrevista coletiva após o treino desta quinta-feira. O croata classificou o segundo jogo do Barça pela Liga, que será contra o Villarreal, como "muito complicado, porque as equipes treinadas por Marcelino são muito trabalhadoras". O camisa 4 culé, porém, se mostrou seguro: "temos que seguir em nossa linha. Viajamos com pensamento positivo".

Após a boa estreia do time contra o Elche, domingo no Camp Nou, Rakitic acredita que "o mais importante é que se nota que estamos melhorando". Segundo o meia, "há muitas mudanças em todos os setores da equipe, mas se vê uma melhora constante”.Há muitas mudanças em todos os setores da equipe, mas se vê uma melhora constante

Com um mês de Barça, Rakitic mantém seu entusiasmo intacto: "curto muito cada dia integrando o time ao lado dos melhores do mundo. Quero aproveitar cada oportunidade ao máximo, e as boas atuações me motivam ainda mais". O atleta comentou também o fato de ter sido titular contra o Elche: "sempre me preparo para começar jogando. Quero retribuir em campo a confiança do treinador".Sempre me preparo para começar jogando. Quero retribuir em campo a confiança do treinador

Sobre sua relação com Luis Enrique, aliás, Rakitic explicou: "ele me pede para chutar de fora da área. É uma de minhas características, e com o nosso estilo de jogo, pode ser uma boa solução".

O croata também falou a respeito de seus colegas de elenco, como a jovem promessa Munir: "ele não terá limites, se continuar trabalhando como vem fazendo". Sobre Messi, que voltou a brilhar no domingo, afirmou que "já sabemos que é o melhor do mundo", e que dá "graças a Deus por jogar com ele". Rakitic mencionou, ainda, o recém-contratado Douglas. "O receberemos como fazemos com todos os companheiros, e tenho certeza de que nos ajudará muito".

Um desejo para o sorteio da Champions

O momento mais curioso da entrevista de Ivan Rakitic ocorreu quando ele revelou suas preferências quanto ao sorteio da Champions League, que ocorre nesta quinta-feira às 13 horas (horário de Brasília). "Gostaria de enfrentar o Basel, para jogar em casa", afirmou, brincando, o atleta nascido na Suíça e que iniciou a carreira no clube de Basileia. A seguir, garantiu que "só podemos respeitar todas as equipes e ver o que nos espera".

Voltar ao início