fcb.portal.reset.password

A Juventus é um dos possíveis adversários / FOTO. UEFA.COM

Às 9 horas (horário de Brasília) da próxima segunda-feira, 15 de dezembro, será realizado em Nyon, Suíça, o sorteio para as oitavas de final da Liga dos Campeões. Saberemos, por fim, qual dos seguintes clubes será o rival do Barça na primeira etapa eliminatória da competição europeia: Juventus, Basel, Bayer Leverkusen, Arsenal, Manchester City, Shakhtar e Schalke 04.

A seguir, analisamos cada um deles:

 

JUVENTUS FC

O atual tricampeão da Série A do campeonato italiano é também o líder da edição 2014/2015 do torneio. Dirigida por Massimiliano Allegri, a Juve conta com a experiência de Buffon, Chiellini e Evra e o talento de Pogba, Tévez, Llorente ou Marchisio. Além de, é claro, Pirlo, que une ambas as qualidades como poucos.

Os piemonteses, que primam pelo aspecto defensivo, ficaram em segundo lugar no grupo encabeçado pelo Atlético de Madri, à frente de Olympiacos e Malmö.


FC BASEL

Ninguém se reinventa melhor que os suíços. Como já fizera anos atrás com as debandadas de Shaquiri e Salah, a equipe comandada pelo português Paulo Sousa soube superar as saídas de jogadores importantes - Sommer, Stocker e Voser – e continuar liderando a Super League da Suíça, além de se manter na briga pela Champions.

O Basel conseguiu quatro pontos contra o atual vice-campeão inglês, Liverpool, em cuja mítica casa, o estádio de Anfield, sacramentou sua classificação, como segundo no grupo do Real Madrid.


BAYER 04 LEVERKUSEN

Um dos times mais regulares da Alemanha há vários anos, o Bayern menos badalado faz frente ao seu “xará” de Munique e ao Borussia Dortmund, ocupando atualmente o quarto posto da Bundesliga. Foi classificado como segundo no grupo C, atrás do Monaco, eliminando Zenit e Benfica.

Sua proposta ofensiva, orientada pelo técnico Roger Schmidt, ex-Red Bull Salzburgo, extrai o melhor de Bellarabi, Çalhanoglu e Son, seus jogadores principais.


ARSENAL FC

O time de Arsène Wenger é um velho conhecido das oitavas, fase onde acaba de aterrissar pela oitava temporada consecutiva – e da qual não passa desde 2010. O destaque do elenco é o ex-culé Alexis Sánchez, que tem se esforçado para tirar os gunners da sexta colocação da Premier League, a 13 pontos do líder Chelsea.

O panorama europeu, porém é mais animador para os londrinos: empataram em número de pontos (13) com o vencedor do grupo D, o poderoso Borussia Dortmund, deixando para trás Anderlecht e Galatasaray. Entre os outros nomes de seu elenco a mencionar estão Ramsey, Cazorla, Oxlade-Chamberlain e o lesionado Özil.


MANCHESTER CITY

Parecia que nem sequer se classificaria, mas o que se viu ao final da primeira fase foi diferente. Após os 3 a 2 sobre o temido Bayern de Munique, com direito a gol de Agüero no último minuto, na penúltima rodada, e os 2 a 0 sobre a Roma fora de casa na última, o City se apresenta nas oitavas mais uma vez.

Culés e citizens se enfrentaram na mesma fase na temporada pasada, com resultado favorável ao Barça. Pellegrini ainda dispõe de um grande elenco, onde brilham nomes como o do próprio Agüero – atualmente contundido -, Kompany, Lampard, Milner, Mangala, Kolarov, David Silva, Dzeko, Nasri e o ex-barcelonista Touré Yaya.


SCHALKE 04

Constante presença na etapa eliminatória da Champions nos últimos anos, os alemães repetirão a dose após bater o Maribor fora de casa e tomar a segunda vaga do grupo G do Sporting de Lisboa. O Chelsea foi o vencedor da chave.

O experiente holandês Klas-Jaan Huntelaar, os jovens talentos alemães Julian Draxler e Max Meyer e nomes consagrados, como o zagueiro campeão do mundo Benedikt Howedes e Kevin Prince Boateng – de volta ao Schalke após passagem pelo AC Milan – são os destaques.


SHAKTAR

Mesmo com a situação política complicada em Donetsk, o time ucraniano voltou a passar às oitavas, selando a vaga com empate em 1 a 1, fora de casa, contra o líder Porto, e eliminando o Athletic de Bilbao.

O romeno Mircea Lucescu, no comando da equipe há varias temporadas, faz bom proveito do grande grupo de jogadores brasileiros que tem a seu dispor. Bernard, Douglas Costa e, sobretudo, Luiz Adriano – artilheiro da primeira fase com os mesmos 9 gols de Cristiano Ronaldo na temporada pasada – são os mais habilidosos.

Voltar ao início