fcb.portal.reset.password

Pep Guardiola, durante coletiva na Champions

Após a vitória do FC Barcelona sobre o Bayern de Munique por 3 a 0 no jogo de ida das semifinais da Champions, no Camp Nou, Pep Guardiola concedeu entrevista coletiva na manhã desta segunda-feira, véspera da partida de volta, na Allianz Arena.  "Não podemos nos lamentar pelo resultado, e sim jogar o nosso jogo", afirmou. "Temos que defender muito bem, não apenas atacar. Temos um 0-3 contra um dos melhores times da Europa nos últimos 15 anos, mas temos que tentar".

O catalão ressaltou também o grande potencial ofensivo do Barça e sua sequência de sete jogos seguidos sem sofrer gols. "Além de seu estilo de controle habitual, o Barça se converteu na melhor equipe do mundo no contra-ataque", opinou o ex-comandante culé, para quem reter a posse de bola será importante, mas não suficiente. "Devemos ser pacientes, mas temos que atacar melhor do que no Camp Nou, criar mais chances de gol".

Desfalques

Guardiola lamentou os desfalques que prejudicam seu time, mesmo sem considerá-los desculpa para um resultado não satisfatório. "Com os que estamos, temos que dar tudo para tentar virar", disse. "Não se deve jogar só com o coração, e sim também com o cérebro".

O treinador não foi o único representante do Bayern nas entrevistas desta manhã. Os jogadores Thomas Müller e Rafinha também falaram com os jornalistas. A seguir, destacamos suas declarações mais relevantes:

Müller

"Desde quarta-feira estamos muito concentrados e queremos que chegue o jogo. No futebol, tudo é possível. Desenharemos um plano e o colocaremos em prática, mas sabemos que não será nada fácil".

"Tivemos muitos contundidos, mas os substituímos com a profundidade do elenco. Com estes mesmos jogadores viramos contra o Porto".

"Tanto Lewandowski quanto eu buscamos o caminho direto ao gol, nos entendemos muito bem".

Rafinha

"No Camp Nou jogamos muito bem durante muitos minutos, deve ser uma referência. Sabemos que em nosso estádio e com nossa torcida somos muito fortes".

"Todo mundo sabe o quão bom é Messi. Temos que tentar que ele não marque, mas o problema do Barça é que qualquer jogador pode causar danos".

"Quem decide o sistema é o técnico. Para mim, não será nenhum problema se jogarmos com três ou quatro defensores, não será importante".


Guardiola: "Tenemos que atacar mejor que en el... by fcbarcelona
Voltar ao início