fcb.portal.reset.password
Celebração de Suárez e Neymar, no Parque dos Príncipes

Celebração de Suárez e Neymar, no Parque dos Príncipes / MIGUEL RUIZ-FCB.

No Parque dos Príncipes, Luis Suárez se coroou rei. O atacante uruguaio marcou dois golaços e garantiu a vitória do FC Barcelona por 3 a 1 sobre o PSG, pela ida das quartas de final da Liga dos Campeões da Europa. O brasileiro Neymar Jr, com uma grande atuação, abriu o caminho de um triunfo que deixa a equipe culé muito próxima das semifinais da competição.

Um gol fundamental

O PSG começou intenso e obrigou o Barça a se esforçar defensivamente nos instantes iniciais. A grande chance nos primeiros minutos foi de Pastore. O argentino recebeu um passe da esquerda e, sem marcação, finalizou mal. Sorte para o Barça, que aproveitou o susto para mostrar as suas intenções em Paris. Aí entrou em cena a dupla letal do Barça.

Primeiro foi Messi que recebeu na entrada da área, dominou e chutou na trave direita de Sirigu. Era um aviso. No minuto 18, não teve jeito. Messi avançou pela intermediária e deu uma linda assistência para Neymar dominar e finalizar com categoria. Um gol fundamental, que permitiu ao Barça manter o controle do jogo e a vantagem na etapa inicial.

Obra-prima em dose dupla

Concentração e esforço. Dois elementos que sobraram no Barça na etapa final e que serviram para anular a pressão dos donos das casa. Uma intensidade que custou a substituição de Iniesta por Xavi. Mas que por outro lado produziu momentos memoráveis. Ambos, com Luis Suárez.

No minuto 67, o uruguaio recebeu na direita, driblou três adversários e marcou um golaço. Doze minutos depois, Suárez recebeu na intermediária e meteu a bola no meio das pernas de David Luiz. Na sequência, emplacou um chute perfeito, no ângulo de Sirigu. Nocauteado, o PSG ainda encontrou forças para diminuir. Na reta final da partida, Van der Wiel disparou de fora da área. A bola desviou em Mathieu e enganou Ter Stegen, perfeito até o momento. Fim de jogo: PSG 1-3 FCB.

Vantagem no Camp Nou

O FC Barcelona acabou com uma invencibilidade do PSG nos jogos em casa em competições europeias que durava nove anos. Agora, a equipe de Luis Enrique decidirá a eliminatória na próxima terça-feira, no Camp Nou, com a vantagem de poder perder por um gol de diferença – ou pelo resultado de 2 a 0. Mas antes disso, o Barça recebe o Valencia no seu estádio, pela 32ª rodada da Liga Espanhola.

Voltar ao início