fcb.portal.reset.password

Messi, Suárez e Neymar somaram 8 gols em três jogos. / FOTOMONTAGEM FCB

Os craques de Luis Enrique já estão de volta aos treinos do FC Barcelona. Isso depois de uma papel de grande destaque com as suas respectivas seleções. Na sequência, confira um resumo dos minutos e gols dos jogadores culés com as equipes dos seu países. 

Leo Messi: Jogou duas partidas com a Argentina, em Pequim e Hong Kong. No primeiro, atuou os 90 minutos da derrota por 2 a 0 para o Brasil. No sehundo, disputou 30 minutos na partida que a Seleção Argentina venceu por 7 a 0. Nesso jogo, marcou dois gols e deu uma assistência. 

Neymar: Os atacante brasileiro disputou todos os minutos dos dois jogos que teve como capitão da Seleção Brasileira. No primeiro, contra a Argentina, levantou o seu primeiro troféu como líder do Brasil. No segundo, contra o Japão, marcou quatro gols. 

Luis Suárez: O atacante uruguaio aproveitou a oportunidade de voltar a disputar jogos com a sua seleção. E se mostrou bastante ativo. No primeiro jogo, criou a jogada do primeiro gol uruguaio e, no segundom marcou dois, um deles por cobertura. No total, disputou 146 minutos com o Uruguai. 

Javier Mascherano: Jogou os dois jogos sob as ordens de Tata Martino. O primeiro deles, contra o Brasil, atuou durante os 90 minutos. No segundo, somente a última meia hora. 

Gerard Piqué: O zagueiro culé é nome certo na Seleção Espanhola e voltou a demonstrá-lo atuando os 180 minutos nas partidas válidas pelas Eliminatórias da Eurocopa 2016, que será disputada na França. 

Jordi Alba: O técnico Vicente del Bosque também utilizou o lateral culé nos dois jogos. Alba mostrou um excelente movimentação pelo seu lado do campo. 

Marc Bartra: Jogou os 90 minutos na vitória da Espanha por 4 a 0 sobre Luxemburgo e fez a dupla de zaga com Gerard Piqué.

Sergio Busquets: Jogou os 180 minutos das partidas da Seleção Espanhola contra Eslováquia e Luxemburgo. 

Andrés Iniesta: O meia do Barça atuou 70 minutos na derrota diante da Espanha para Eslováquia e foi o capitão do time de Vicente del Bosque contra Luxemburgo, onde atuou 90 minutos. 

Pedro Rodríguez: O atacante culé jogou um total de 55 minutos nas duas partidas da Seleção Espanhola válidas pelas Eliminatórias para a Eurocopa 2016.

Sergi Roberto: Jogou toda a eliminatória de classificação para o Europeu sub-21. Marcou um gol nos acréscimos do duelo da volta, que deu esperanças para a Espanha conseguir a vaga. Mas no final, não conseguiram. 

Rakitic: Participou de forma ativa nas duas vitórias da Croácia. Na primeira, deu a assistência para o gol que tombou a Bulgária. No segundo, também deu assistências na goleada sobre o Azerbaijão. No total, disputou 170 minutos.

Ter Stegen: O goleiro alemão se classificou para o Europeu sub-21 da República Tcheca 2015 após vencer a Ucrânia. Ter Stegen não recebeu nenhum gol nos 180 minutos da eliminatória. 

Claudio Bravo: O goleiro chileno disputou apenas uma partidas das duas que o Chile teve e se converteu no atleta com mais jogos internacionais pela seleção do seu país. Bravo segue sem saber o que é sofrer um gol nesta temporada. 

Jérémy Mathieu: Disputou os 90 minutos do amistoso da Seleção Francesa contra a seleção da Armênia. 

Munir e Sandro, também

Munir e Sandro, jogadores do Barça B, mas com presença constante nas listas de convocados de Luis Enrique, também disputaram minutos com a Seleção Espanhola sub-21. 

Munir: Jogou os 90 minutos no duelo da volta da eliminatória para o Europeu 2015 que será disputado na República Checa.

Sandro: Disputou os últimos 40 minutos da partida que a Seleção Espanhola sub-21 jogou no estádio Ramón de Carranza contra a Sérvia. 

Voltar ao início