fcb.portal.reset.password

Os cinco 'Chuteiras de Ouro' do Barça

Os cinco 'Chuteiras de Ouro' do Barça.

Ao longo dos anos, grandes goleadores do futebol mundial fizeram parte do time principal do FC Barcelona. O faro goleador e a qualidade para decidir um jogo fizeram desses jogadores os melhores da sua época. Alguns já tinham demonstrado seu talento antes de chegar ao Barça e chegaram ao Camp Nou já consagrados. 

Luis Suárez foi o último ganhador da 'Chuteira de Ouro' que chega ao FC Barcelona. O atacante uruguaio se converteu no artilheiro da Premier League inglesa com 31 gols e se transformou no maior goleador das Ligas Europeias.

Krankl e Stoichkov

Hans Krankl foi o primeiro 'Chuteira de Ouro' que chegou ao Camp Nou no verão de 1978 após marcar 41 gols (1977/78). Foi jogador do Barça durantes três anos. Com a camisa culé, conseguiu a Chuteira de Prata como o segundo maior goleador da Europa em 1978. Na sua primeira temporada na Liga Espanhola marcou 29 gols e foi artilheiro da competição. Foi um dos campeões da Recopa da Basilea. 

Nove anos depois, em julho de 1950, Hristo Stoichkov chegava ao Barça após ganhar a Chuteira de Ouro - dividida com Hugo Sánchez - graças aos 38 gols que marcou pelo CSKA Sofia, da Bulgária. Foi um dos grandes protagonistas do Dream Team de Johan Cruyff e vencedor da Bola de Ouro em 1994. Deixou o Barça após cinco temporadas sendo o melhor do mundo da FIFA. 

Larsson e Henry

Quase uma década depois, em 2004, foi a vez de Henrik Larsson ser contratado pelo Barça após ser 'Chuteira de Ouro' com o Celtic de Glasgow em 2001, com 35 gols. Foi campeão da Liga Espanhola nas temporadas 2004/05 e 2006/06. Também venceu um Supercopa da Espanha e foi decisivo com duas asistências na Liga dos Campeões de 2006, vencida pelo Barça em 2006, em Paris.

O último principal goleador europeu que chegou ao Barça antes de Luis Suárez foi Thierry Henry. O francês foi contratado pelo FC Barcelona após ter conquistado duas 'Chuteiras de Ouro', a primeira delas em 2004 (30 gols) e a outra em 2005 (25 gols) com o Arsenal. Na sua primeira temporada culé, sob as ordens de Frank Rijkaard, somou um total de 19 gols. Foi o início de uma grande etapa que se destacou por sua participação decisiva no 2-6 do Bernabéu e na Tríplice Coroa conquistada pelo Barça em 2009. 

Voltar ao início