fcb.portal.reset.password

Messi sofre pênalti contra o Levante. FOTO: MIGUEL RUIZ-FCB.

  • Defesa ainda não vazada. As quatro vitórias em quatro rodadas do Barça na Liga tiveram algo em comum: a equipe não sofreu nenhum gol. É a primeira vez na história que o time culé vence os quatro duelos iniciais sem ter as redes balançadas sequer uma vez. Com a marca, o Barça iguala a façanha do Atlético de Madrid na temporada 1991/92. No embate contra o Levante do último domingo Claudio Bravo fez duas importantes defesas.


  • Neymar fura o bloqueio. Estava prevista uma situação de retranca similar à experimentada na última quarta-feira contra o APOEL pela Champions League, mas o atacante brasileiro acabou com os planos do Levante. Em sua terceira chance de marcar, ele driblou o goleiro Jesús e não perdoou, no minuto 34. Além de ter anotado mais um gol, Neymar foi um dos destaques do primeiro tempo por sua mobilidade e exímia técnica. Saiu contundido no início do segundo tempo, mas registrou o maior número de dribles (4) e chutes ao gol (4) entre os barcelonistas.

  • O Levante com 10. Os anfitriões jogaram de igual para igual no começo do jogo, uma postura que durou quase até o primeiro gol. As chances dos valencianos, porém, diminuíram consideravelmente após a expulsão, no minuto 41, de Vyntra, que cometeu pênalti. Messi acabou errando a cobrança, mas o Barça a partir de então controlaria a partida e marcaria mais quatro vezes.

  • Oportuno Rakitic. O croata protagonizou duas ações absolutamente decisivas. No minuto 14, com o Levante em bom momento, evitou o 1 a 0 em cima da linha do gol, após perseguir Víctor Casadesús desde o meio do campo. Para completar, meia hora mais tarde, marcou seu primeiro gol pelo Barça e o segundo da equipe no jogo, em grande estilo: um tirombaço espetacular de fora da área. Foi um golpe psicológico no levante.

  • Messi generoso. Mesmo desperdiçando a penalidade máxima, o craque argentino voltou a oferecer um de seus recitais. Deu lindos passes para os gols de Neymar e Sandro e fechou a goleada com um “totozinho”. Leo foi o único titular nas cinco partidas oficiais da temporada disputadas até agora. Soma três gols e seis assistências.

Voltar ao início