fcb.portal.reset.password

O elenco do FC Barcelona da temporada 2014/15

O elenco 2014/15 está definido. Um dia após a finalização do prazo para contratar e vender jogadores, o vice-presidente esportivo, Jordi Mestre, e o diretor da Área esportiva de Futebol, Andoni Zubizarreta, fizeram um balanço do assunto durante a coletiva. 

Mestre explicou que cumpriu com o compromisso de reformar profundamente a o elenco azul-grená, como foi prometido pelo presidente Josep Maria Bartomeu, ao término da última temporada. "Fizemos uma reforma profunda no elenco, a mais importante da história do clube, com 24 movimentos", reconheceu o vice-presidente culé. É um mercado de verão que começou na primavera

Neste sentido, Zubizarreta explicou que o processo de remodelação começou no mês de abril quando Tata Martino comunicou que não seguiria no cargo de treinador do Barça. "É um mercado de verão que começou na primavera", disse.

Lembrou dos 24 movimentos que houveram com as contratações de Ter Stegen, Rakitic, Bravo, Mathieu, Luis Suárez, Vermaelen e Douglas, a promoção de Masip ao profissional, o regresso de Rafinha e Deulofeu, as vendas de Cesc, Alexis, Dos Santos, Boja e Oier, os empréstimos de Tello, Denis Suárez, Deulofeu, Afellay e Song), o fim de contrato de Valdés e Pinto, a rescisão de Cuenca e a saída voluntária de Puyol.

Sem esquecer da contratação do técnico Luis Enrique, que, segundo Zubizarreta, "Tem o perfil de conhecer nossa ideia de jogo e se atrever com esse objetivo".Estamos onde queríamos estar, com a situação e o elenco que queríamos para voltar a competir

Todos esses movimentos resultaram em um elenco equilibrado para que os torcedores "voltem a estar orgulhosos da equipe", declarou Zubizarreta. "Estamos onde queríamos estar, com a situação e o elenco que queríamos para voltar a competir", comentou o diretor esportivo. "Acreditamos ter feito uma reforma consciente. Dou um 10 para este elenco mas espero dar um 11 no final da temporada", acrescentou Mestre

Zubizarreta fez questão de lembrar dos jogadores que seguem vestindo a camisa do Barça por mais uma temporada. O diretor aproveitou para comentar o último número da REVISTA BARÇA, onde fala sobre o projeto de Luis Enrique e destaca que em toda mudança o que importa é a duração da mesma: "Perdura um clube, uma forma de jogar, a referência à Masia e principalmente o talento dos que se mantêm no time principal", ressaltou. 

Voltar ao início