fcb.portal.reset.password

Neymar, em helícóptero, na saída da Granja Comari

De helicóptero, Neymar Jr. deixou na manhã deste sábado a concentração da Seleção Brasileira na Granja Comari, em Teresópolis, rumo à casa de sua família, em condomínio no Guarujá. A transferência foi um pedido do próprio jogador.

O craque do Barça recebeu o carinho de todo o elenco anfitrião, e antes de partir gravou em vídeo uma emotiva declaração: "me tiraram o sonho de disputar uma final de Copa do Mundo, mas o sonho de ser campeão mundial ainda não acabou. Faltam dois jogos e tenho certeza de que meus companheiros vão fazer de tudo para levantar esta taça".

À tarde, o médico da seleção brasileira, José Luís Runco, afirmou em entrevista coletiva que Neymar poderá acompanhar os jogos seguintes do Brasil no estádio, desde que permaneça sentado e receba cuidados especiais. A CBF decidiu não cortar o craque, que poderá acompanhar o grupo na concentração se desejar.

 

Quatro semanas de recuperação 

Sobre a contusão, originada em golpe dado pelo colombiano Zúñiga no embate de quartas de final vencido pelo Brasil por 2 a 1, Junco disse: “é uma lesão que leva de três a quatro semanas para cicatrizar. Ele precisa agora de repouso, medicação analgésica e de anti-inflamatórios. Dentro de quatro semanas ele vai reiniciar as atividades, e o clube já foi devidamente informado sobre isso".

Com a saída de Neymar Jr., Dani Alves agora é único representante culé entre os pentacampeões, que disputarão as semifinais do Mundial contra a Alemanha.

Voltar ao início