fcb.portal.reset.password
Messi, com o punho fechado e erguido

Messi, durante o jogo contra a Holanda / FOTO: FIFA.COM

Leo Messi não para de aumentar os seus recordes pessoais. Ao enfrentar a Holanda na quarta-feira em São Paulo, pela semifinal da Copa do Mundo de 2014, o craque culé alcançou a marca de 92 jogos pela sua seleção, superando ninguém menos do que Diego Armando Maradona. É a segunda façanha numérica de Messi envolvendo a alviceleste e o maior ídolo da história do futebol argentino. No ano passado, o camisa 10 do Barça já deixara Diego para trás ao se tornar o maior artilheiro da equipe nacional, atrás apenas de Gabriel Batistuta.

Agora o sexto jogador que mais vezes defendeu sua seleção, Leo se aproxima de Oscar Ruggeri (97), o quinto colocado na lista. À frente vêm outro atleta do FC Barcelona, Javier Mascherano (103), Diego Simeone (106), Roberto Ayala (115) e Javier Zanetti, soberano do alto de seus 145 jogos.

Nove anos de alviceleste

No próximo dia 17 de agosto comemora-se o nono aniversário da estreia de Messi pela seleção principal argentina. Após grande atuação no Mundial sub-20 de 2005, o astro foi convocado pelo então técnico José Pékerman, atualmente à frente da Colômbia, para um amistoso contra a Hungria em Budapeste. Não foi um bom début: substituiu Lisandro López aos 18 minutos  do segundo tempo, mas foi expulso 47 segundos depois.

A estreia oficial ocorreria no dia 3 de setembro do mesmo ano, contra o Paraguai, nas eliminatórias para a Copa do Mundo de 2006, que seria a sua primeira.

Voltar ao início