fcb.portal.reset.password

Neymar e Messi, que marcaram contra o Villarreal / FOTO: MIGUEL RUIZ-FCB

Com dez e nove gols marcados, respectivamente, Leo Messi e Neymar Jr. despontam em 2015 da mesma forma como terminaram o ano pasado, sendo a dupla-sensação do futebol mundial. Nenhum duo de goleadores foi mais eficiente do que o formado pelos craques que, com a ajuda de outro sul-americano, Luis Suárez, e os demais companheiros de ataque do FC Barcelona, se complementam e retroalimentam à base de gols e assistências.

No caso do argentino e do brasileiro, este poder de fogo coletivo se reflete na frequência dos jogos em que ambos estufam as redes adversárias. Em 13 das 23 partidas da temporada em que os camisas 10 e 11 estiveram juntos em campo, ocorreu a chamada “dobradinha”. Os casos mais recentes são os dos duelos pela Liga contra o Athletic ClubVillarreal, o Elche e o Atlético de Madrid, mas nas outras duas competições que o Barça disputa o par também deixou sua marca letal.

Números estratosféricos

Messi já soma 33 gols em seus 31 jogos do período 2014/15. Trata-se, nada menos, de seu segundo melhor registro - considerando o atual ponto da temporada - em sua trajetória profissional, superado apenas pelos 40 que já anotara a esta altura em 2012/13. No momento, ele é o segundo artilheiro da Liga, com 23 gols (atrás de Cristiano Ronaldo, do Real Madrid, com 28) e também o vice-líder na tabela de goleadores da Champions League, com oito (um a menos que o brasileiro Luiz Adriano, do Shakhtar Donetsk).

Neymar Jr., por sua vez, estufou os barbantes 23 vezes em 27 partidas, superando com folga seu desempenho na última temporada (15 em 41). Com seus 16 tentos pela Liga, é o terceiro principal artilheiro do torneio, atrás precisamente de Cristiano e Messi.

Voltar ao início