fcb.portal.reset.password
Suárez celebra um dos seus gols com os braços abertos

Suárez, o protagonista do triunfo culé em Manchester / MIGUEL RUIZ-FCB

Golpe de autoridade do FC Barcelona nesta terça-feira, em Manchester. A equipe culé voltou a repetir o feito do ano passado e venceu o Manchester City no jogo de ida das oitavas de final da Liga dos Campeões da Europa. Desta vez, o triunfo foi por 2 a 1 e contou com uma noite inspirada do uruguaio Luis Suárez, autor dos dois gols da vitória azul-grená em um duelo eletrizante.

Show de Suárez

Foi um primeiro tempo sublime do FC Barcelona. A equipe de Luis Enrique controlou a partida de forma organizada, tanto no ataque como na defesa e voltou a ter a precisão no toque de bola que consagrou o time nos últimos anos. E no meio dessa aula de bom futebol, destaque para Luis Suárez. O atacante uruguaio premiou a atuação culé com dois gols que deixaram o rival perdido na etapa inicial.

O primeiro deles, no minuto 15. Após um cruzamento de Messi, Suárez tenta de cabeça e Kompany bloqueia. No rebote, uma finalização perfeita de esquerda foi parar no fundo das redes de Hart. Pouco depois, Messi iniciou uma grande jogada e abriu para Alba na esquerda. O lateral culé cruzou rasteiro e Suárez entrou de carrinho para marcar o segundo dele na partida. O Barça criou mais ocasiões para ampliar a vantagem, mas o placar não se alterou mais na etapa inicial.

Pressão do City

A supremacia culé na partida terminou quando começou o segundo tempo. O City decidiu reagir e colocou o Barça contras as cordas durante cinco minuto de intensa pressão. Os craques culés souberam sair vivos da artilharia pesada dos donos da casa e equilibrou a partida. Mas quando tudo parecia controlado, veio o castigo. Silva recebeu um bom lançamento dentro da área e tocou de calcanhar para Agüero. O argentino dominou e tocou na saída de Ter Stegen.

Com o gol e o apoio da torcida, o City se lançou ao ataque, mas o Barça fazia uma leitura perfeita do duelo. Aí veio o lance decisivo da partida. No minuto 73, Clichy fez uma falta dura sobre Dani Alves, recebeu o segundo amarelo e foi expulso. Com um jogador a mais, a equipe de Luis Enrique sobrou em campo.

Messi perde pênalti

No último lance da partida, Leo Messi sofreu um pênalti e teve uma chance de ouro para ampliar a vantagem culé na eliminatória. O camisa 10 cobrou, mas Hart defendeu. No rebote, o próprio Messi tentou de cabeça mas mandou para fora. E foi só. Fim de jogo e brilhante vitória em Manchester. A partida de volta será disputada no próximo dia 18 de março, no Camp Nou.

Voltar ao início