fcb.portal.reset.password

Luis Enrique, durante o treinamento desta terça-feira / FOTO: Miguel Ruiz-FCB

Luis Enrique acredita que a Supercopa da Catalunha desta quarta-feira chega em um momento oportuno. Considera a final contra o Espanyol uma oportunidade de mudar a dinâmica da equipe. "É uma oportunidade de reverter essa situação", disse. Apenas quatro dias depois da derrota no Clássico do Bernabéu, o técnico culé exige o máximo dos seus atletas nesta partida. "Vamos com a intenção de ganhar a partida e o troféu. Também para esquecer a partida anterior." Assumo a responsabilidade pela derrota

Sobre o Clássico do último sábado, o treinador do Barça voltou a reconhecer a superioridade merengue. "Fizemos uma partida inferior ao rival. Mas o que importa que tanto a comissão-técnica como os jogadores fizeram autocrítica. Assumo a responsabilidade pela derrota", declarou. Luis Enrique afirmou ter detectado o problema da equipe, mas não quis torná-lo público. Segundo ele, a derrota para o Madrid não foi por questões de atitude ou forma física. "A culpa foi de uma série de circunstâncias futebolísticas que afetaram o grupo."

Fiel ao estilo

O técnico culé ressaltou que a equipe se manteve fiel ao seu tradicional estilo. "Apesar de não realizar uma boa partida, fomos valentes e tivemos a chance de marcar o 2 a 0 no primeiro tempo. Além disso, tivemos nove escanteios contra três do rival", assegurou. 

De qualquer modo, Luis Enrique quis mandar uma mensagem de tranquilidade ao torcedor do Barça. "Perder no Bernabéu sempre é desagradável para um culé, mas não estou cabisbaixo. Estou muito motivado", garantiu. E fez questão de lembrar: "Estamos na 9ª rodada e somos líderes. Portanto, não foi algo desastroso. O objetivo é ganhar a Liga e não me importa perder no Camp Nou para Madrid, Atlético ou quem for, se vencemos a Liga."

Voltar ao início