fcb.portal.reset.password

Jordi Alba, em entrevista coletiva / FOTO: MIGUEL RUIZ-FCB

Jordi Alba, em entrevista coletiva / FOTO: MIGUEL RUIZ-FCB

Jordi Alba espera "um jogo difícil" contra o Eibar. Falando a jornalistas durante a entrevista coletiva que concedeu na manhã desta quinta-feira na Cidade Esportiva, o lateral-esquerdo culé afirmou que o time basco "está fazendo uma grande temporada, após subir à Primeira Divisão".  

"Eu gosto da forma como o Eibar joga futebol", acrescentou o atleta, lembrando também que o rival de sábado no Camp Nou "já fez bons jogos fora de casa", dando como exemplo o confronto com o Atlético de Madrid no estádio Vicente Calderón, no qual foi derrotado por 2 a 1.

Vale lembrar que, fora de casa, o Eibar bateu o Elche por 2 a 0 e empatou com o Athletic de Bilbao em 0 a 0. Perguntado algumas vezes sobre o clássico contra o Real Madrid no dia 25, Jordi disse: "primeiro devemos pensar no Eibar, porque se não ganharmos e o Madrid ganhar, eles ficarão a um ponto de nós. Há que ir de jogo em jogo, cada um é uma final".

Suárez, Messi e Mathieu

O camisa 18 do Barça também se referiu a vários de seus companheiros que mais destaque vêm tendo nas manchetes. Primeiramente, saudou a presença no elenco de Luis Suárez, que na quarta-feira recebeu a Chuteira de Ouro 2013/14.  "Com certeza melhoramos com sua colaboração, mas é decisão do treinador decidir quando ele jogará. Também há outros companheiros que estão bem", opinou.

Sobre os 10 anos da estreia oficial de Lionel Messi, Alba demonstrou toda sua admiração. "Desde pequeno se via que seria um fenômeno. É um jogador diferente, que não pode ser comparado a nenhum outro ". Jérémy Mathieu, com quem o lateral compartilhou vestiário também no Valencia, foi o outro colega mencionado na coletiva. "Ele teve uma adaptação muito boa", apontou. "É um jogador muito rápido, forte. Estou gostando muito de seu desempenho, e acho que a torcida culé o considera um grande reforço".

Voltar ao início