fcb.portal.reset.password
Os craques culés celebram o gol de Suárez

O FC Barcelona acabou com a sequência do Valencia de 10 jogos sem perder / MIGUEL RUIZ-FCB

Luis Enrique convocou a torcida e ela não decepcionou. 92.915 espectadores lotaram o estádio Camp Nou neste sábado para empurrar o FC Barcelona em mais uma vitória, desta vez contra o Valencia (2-0), pela 32ª rodada da Liga Espanhola.

Luis Suárez e Messi, com gols no primeiro e último minuto, respectivamente, foram os protagonistas da partida. O resultado manteve o Barça na liderança isolada da competição e acabou com uma invencibilidade do Valencia que durava 10 jogos. 

Vantagem com sufoco

Foi um primeiro tempo de tirar o fôlego. Em menos de um minuto, Suárez recebeu uma assistência de Messi e abriu o placar. Pouco depois, pênalti para o Valencia. Dani Parejo cobrou e Claudio Bravo defendeu. Na sequência, a equipe valenciana mostrou que não queria ver acabar sua sequência invicta e colocou o Barça contra as cordas.

Os visitantes tiveram incontáveis chances para empatar, principalmente através de Paco Alcácer, que desperdiçou três oportunidades incríveis. O Barça ganhava na posse de bola, mas via o terror que provocava cada ofensiva do rival. A equipe de Luis Enrique só conseguiu equilibrar a partida no final, quando Messi inclusive desperdiçou uma grande oportunidade para ampliar.

400 vezes Messi

No intervalo, Luis Enrique colocou Rakitic no lugar de Adriano. Com isso, recuou Mascherano para a zaga e posicionou Mathieu na lateral. A intenção era diminuir o sufoco rival e acabou conseguindo mais do que isso. O Barça equilibrou a partida e começou a criar ocasiões. No minuto 63, falta para Messi. O argentino cobrou ao seu estilo e bola bateu no travessão de Diego Alves.

O Valencia não mudou a sua estratégia ofensiva, mas já não tinha o mesmo ritmo da primeira parte. O Barça começou a ter um maior controle e as chances foram surgindo. Mas só conseguiu definir a partida com um contra-ataque letal já nos acréscimos. No último lance, Messi recebeu na intermediária, avançou sozinho e chutou duas vezes para superar Diego Alves. Foi o 400º gol do genial argentino com a camisa do FC Barcelona.

Voltar ao início