fcb.portal.reset.password

Luis Enrique, durante o jogo contra o Real Madrid / FOTO: MIGUEL RUIZ

O clima entre jogadores e comissão técnica era de satisfação após a vitória do FC Barcelona sobre o Real Madrid, na noite de domingo no Camp Nou. Após o 2 a 1, que fez com que o time culé abrisse quatro pontos de vantagem em relação a seu maior rival na briga pela liderança da Liga, o técnico Luis Enrique e alguns atletas falaram à imprensa.

"Foi uma vitória bonita, porque fizemos a torcida se divertir, mas não é decisiva, ainda que importante", afirmou o treinador, na entrevista coletiva. "Estamos onde queríamos estar, mas agora não podemos relaxar, porque em qualquer partida podemos perder pontos". Mesmo cauteloso, ele fez questão de assegurar sua satisfação - "estou contente com o que estou vendo" – e reconheceu o trabalho da equipe, diante de "um rival muito complicado". "Eles souberam sofrer contra o atual campeão da Europa. Estamos muito satisfeitos com o trabalho".

Solidez no ataque e na defesa

Luis Enrique também teceu elogios individuais a alguns de seus comandados, como Luis Suárez, autor do segundo gol. "Desde que ele chegou, vem contribuindo com coisas positivas ao time", opinou. "Estamos falando de um atacante com capacidade de associação, um finalizador com um componente físico e um caráter muito interessante para nosso estilo. Ele se completa muito bem com seus companheiros". Claudio Bravo também mereceu menção especial do técnico: "é um goleiro de altíssimo nível, que está lá para quando necessitamos dele".

O comandante azul-grená explicou, ainda, as razões para as alterações que ordenou durante a partida. "Com as mudanças, a ideia era ter mais posse de bola e conseguir mais espaços", disse. "Queríamos fazer o 3 a 1 por causa do saldo, mas não queríamos correr o risco de sofrer o empate".

 Javier Mascherano

Um dos jogadores que atendeu os jornalistas logo após o duelo foi Javier Mascherano, que ontem atuou como volante. "Falta uma eternidade para o final da temporada, sobretudo considerando que também temos a Champions", alertou o argentino. "Seria um erro tirar o pé do acelerador. "Encontramos o caminho e temos que seguir por aqui".

Para Mascherano, o jogo contra o Real Madrid foi "louco". "Começamos bem, controlamos, marcamos o gol, mas eles vieram para cima", afirmou. "O Madrid terminou o primeiro tempo jogando melhor que nóse, mas depois pudemos nos ordenar melhor, pressionando onde tínhamos que pressionar, mudamos algumas coisas e fizemos uma partida que acabou nos beneficiando".

Rakitic e Bravo

Bastante contente com as duas últimas e cruciais vitórias do Barça - "foi uma semana muito bonita e muito importante" -, Ivan Rakitic também opinou sobre as dinâmicas do clássico. "O intervalo e o gol de Suárez foram fundamentais para certificar uma vitória merecida", apontou o croata, que engrossou o coro dos que pedem cautela. "Trabalharemos ao máximo e daremos tudo em campo até o final da temporada. Ainda há muito o que fazer e não ganhamos nada".

Já Claudio Bravo não escondeu a euforia que o triunfo rendeu aos anfitriões. "O clima [no estádio] foi incrível. Estou satisfeito pelo jogo do time, pelos três pontos, que eram vitais para la Liga. É uma vitória que nos enche de moral", atestou o chileno. "Estou feliz por minha atuação mas, como sempre digo, para isso servem os goleiros".


Rakitic y Bravo valoran la victoria del Barça... by fcbarcelona


Luis Enrique: "Esta victoria tiene mucho mérito" por fcbarcelona
Voltar ao início