fcb.portal.reset.password

O Brasil tomou cinco gols em menos de meia hora de jogo / FOTO: FIFA.COM

O Brasil disse adeus à Copa do Mundo da qual é país sede com uma derrota que já entrou para a história do futebol. Jogando com o apoio do Mineirão lotado, a seleção de Felipão foi goleada por 7 a 1 pela Alemanha, no pior resultado dos 100 anos de história da pentacampeã. Os alemães, que enfrentarão o vencedor de Argentina e Holanda (jogo que ocorre nesta quarta-feira na Arena Corinthians, em São Paulo), resolveram a partida antes dos 30 minutos do primeiro tempo, marcando cinco gols. Os culés Neymar Jr (contundido) e Dani Alves (reserva) não participaram diretamente nesta noite, que nunca será esquecida por torcedores brasileiros ou quaisquer amantes do futebol.

Festival de gols

Os primeiros minutos do jogo não anteciparam em nada o resultado arrasador. O Brasil começou agressivo, como fizera nas partidas anteriores, mas o gol de Müller, aos 11 minutos, concluindo cruzamento em cobrança de escanteio, foi a senha para o início do massacre. Contra qualquer prognóstico jamais sonhado por alguém, 18 minutos mais tarde o placar era de 5 a 0 para a equipe de Joachim Löw, com tentos de Kroos (2), Khedira e Klose, que ultrapassou Ronaldo e se transformou no maior artilheiro da história das copas com 16 gols anotados em quatro mundiais disputados. O Brasil nunca pareceu tão perdido em campo.

Aumento do pesadelo                                                            

No intervalo, Scolari fez duas substituições, colocando Ramires e Paulinho nos lugares de Fernandinho e Hulk. Löw, por sua vez, tirou Hummels, já pensando na final. O pesadelo dos anfitriões se ampliou com dois gols de Schürrle - que entrou no lugar de Klose -, e ainda poderia ter sido pior, já que o esquadrão germânico ainda perdeu mais pelo menos uma chance clara de gol. Oscar marcou o pouco celebrado gol de honra do time da casa, que terminou sua participação na copa vaiada em Belo Horizonte.

Voltar ao início