fcb.portal.reset.password
Os craques culés celebram o primeiro gol de Neymar no Allianz Arena.

O primeiro gol de Neymar Jr. no Allianz Arena / MIGUEL RUIZ-FCB

O FC Barcelona estará na grande final da Liga dos Campeões no próximo dia 6 de maio, em Berlim. A capital da Alemanha terá as cores azul-grená lutando pelo título da competição de clubes mais importante do planeta.

O Barça superou todas as adversidades em Munique e mesmo com a derrota por 3 a 2 diante do Bayern, no Allianz Arena, garantiu a vaga na decisão. Suárez com duas assistências, Neymar Jr com dois gols e Ter Stegen com defensas incríveis, foram os heróis da classificação.

Não apto para cardíacos

O duelo foi praticamente decidido em uma primeira intensa, emocionante, digna de uma semifinal de Champions League entre duas equipes históricas. Mais precisamente nos 28 minutos iniciais. Nesse período, um endiabrado Suárez encontrou espaço para dar duas assistências perfeitas para Neymar Jr. marcar os gols que botaram o Barça na sua quarta final europeia nos últimos 10 anos.

Gols que serviram para diminuir o ímpeto dos alemães que tinham aberto o placar no minuto seis, com uma cabeçada certeira de Benatia, após um escanteio da direita. Gols que dissiparam o medo que invadia a alma do torcedor culé e que reestabeleceu a tranquilidade do Barça em campo. O Bayern agora precisava marcar seis gols para ficar com a vaga.

Virada alemã

Com uma grande vantagem no placar agregado, com o agravante dos gols fora de casa, Luis Enrique decidiu trocar Luis Suárez por Pedro no intervalo. O uruguaio sentiu uma pequena sobrecarga na coxa esquerda e o treinador do Barça decidiu preservá-lo para os próximos jogos. Em campo, o time diminuiu o ritmo, se preocupou mais em defender e o Bayern aproveitou.

Primeiro, com um sensacional Lewandowski, brilhante durante toda a partida. O polonês recebeu uma bola na entrada da área, driblou Mascherano e tocou no canto esquerdo de Ter Stegen, outro gigante no duelo. Na reta final do confronto, gol de Müller. Faltavam 15 minutos. Os donos da casa precisavam de mais três e Foi quando os alemães lançaram toda a artilheira ao ataque.

Valentia azul-grená

Foram os minutos da consagração. Um Barça valente, guerreiro, aguentou a ofensiva rival com a mesma garra mostrada durante toda a temporada. No final, festa culé em Munique. Uma festa que contou com Xavi completando o seu 150º jogo na Champions League. O primeiro jogador a conseguir essa marca. Outro detalhe de uma noite histórica na Alemanha. Algo que o Barça pretende repetir no próximo dia 6 de junho, em Berlim.

[[BOTOVERMELL::As estatísticas ++da partida::http://www.fcbarcelona.com.br/futebol/time-principal/match-archive/2014-2015/liga-dos-campeoes/1-2-volta/bayern-munich_fc-barcelona/info::HOR::NF::NO-TRACKING::::::]]

Voltar ao início