fcb.portal.reset.password
Iniesta, em uma jogada da partida.

Iniesta, durante a partida / MIGUEL RUIZ - FCB

Após o empate em Sevilha, os atletas do FC Barcelona mostraram um sentimento unânime na zona mista do estádio Sánchez Pizjuán. Os craques culés não esconderam a decepção por não conseguir os três pontos após um primeiro tempo magnífico, onde abriram uma vantagem de 2 a 0 nos primeiros 30 minutos de jogo.

Apesar disso, faltando sete rodadas para o fim da Liga Espanhola, todos são conscientes que seguem dependendo de si mesmos para conseguir o título da competição. Confira abaixo as principais declarações dos jogadores do Barça após a partida.

Andrés Iniesta

"Seguimos na liderança e não temos que dramatizar esse empate. Devemos analisar os problemas que tivemos e seguir em frente. Temos que ser positivos e ter confiança nessa equipe”.

“Atuamos muito bem no primeiro tempo mas o gol deles deu energia ao Sevilla e até o intervalo ficamos um pouco perdidos. No segundo tempo, eles pressionaram mas nós também tivemos chances de marcar”.

Ivan Rakitic

"Estamos um pouco decepcionados. Dominamos o primeiro tempo e fizemos um grande trabalho. Temos que melhorar em muitos aspectos, mas ainda faltam muitos jogos e temos que seguir em frente”.

“Nunca dissemos que esta era a nossa última vantagem. Ainda dependemos de nós mesmos para conseguir nosso objetivo. Estamos tranquilos, com a sensação de que poderíamos ter vencido neste sábado”.

Sergio Busquets

"Fomos melhores no primeiro tempo, mas no segundo o Sevilla foi mais intenso. O resultado pode ser considerado justo”

“É um resultado que nos deixa triste porque somos líderes e queríamos seguir vencendo. Mas sabíamos que teríamos pela frente um grande Sevilla, invicto há mais de um ano em casa e no seu melhor momento da temporada”.


Las valoraciones de los jugadores tras el 2-2... por fcbarcelona

Próximo treinamento

O elenco do FC Barcelona terá folga neste domingo e regressa aos treinamentos na próxima segunda-feira, às 11h (6h de Brasília), na Cidade Esportiva Joan Gamper. 

Voltar ao início