fcb.portal.reset.password

Mesmo perdendo um pênalti, Messi fez partida memorável / MIGUEL RUIZ-FCB

Após a ótima vitória do FC Barcelona contra o Manchester City por 2 a 1 em Manchester, o time de Luis Enrique deu importante passo à classificação para as quartas de final da Liga dos Campeões. Explicamos, a seguir, os cinco dados que foram fundamentais para o resultado no primeiro jogo das oitavas:

O PLANEJAMENTO DOS TÉCNICOS - Tanto Luis Enrique como Pellegrini apostaram por formações ofensivas, algo surpreendente apenas no caso dos ingleses. O treinador chileno dos 'skyblue’ escalou dois atacantes que caem pelas pontas, Agüero e Dzeko, uma escolha valente e inesperada. O FC Barcelona, porém, foi superior no meio, com Busquets, Rakitic, Iniesta e um Messi muito participativo.


A ESTRELA DE SUÁREZ – O camisa 9 azul-grená viveu sua melhor noite em Manchester. O uruguaio não hesitou no firme arremate do primeiro gol, e foi oportunista na conclusão do segundo. Letal e goleador, ainda teve outras chances de marcar no primeiro tempo.


GRANDE EXIBIÇÃO DE MESSI – Sim, o craque perdeu um pênalti nos descontos, mas foi dele o cruzamento na jogada do primeiro gol e a trama que desordenou toda a defesa do City no segundo. Em mais um de seus recitais, o argentino registrou 90% de acerto nos passes.


RESISTÊNCIA CULÉ NA ETAPA COMPLEMENTAR - O City veio com força total no segundo tempo, mas seu ataque era impreciso. Além disso, a segurança passada por Ter Stegen e os zagueiros culés -Piqué esteve impecável – impediram que o City descontasse durante os minutos iniciais. Finalmente, Agüero marcou no minuto 69.


BOA RESPOSTA FINAL – Mesmo com o primeiro gol do time da casa, foi o FC Barcelona que controlou a partida no final. As entradas de Mathieu e Adriano oxigenaram a equipe, que ainda viu Clichy ser expulso e um penalti marcado em seu favor.

Voltar ao início