fcb.portal.reset.password
Xavi, durante a coletiva desta quarta-feira.

Xavi, durante a coletiva desta quarta-feira. FOTO: MIGUEL RUIZ - FCB

“Será fundamental nessa partida sair na frente do placar, para obrigar o Atlético a subir ao ataque”, comentou Xavi Hernández na coletiva desta quarta-feira, na Cidade Esportiva Joan Gamper. O meia do FC Barcelona confessou que todos pensavam que a Liga estava perdida. “Pensávamos que já não haviam opções, talvez jogamos a toalha muito cedo. Mas o futebol tem essas coisas. É um título muito importante, devemos estar unidos. É uma oportunidade histórica. Será uma final espetacular”.

Temos que analisar a Liga como é devido, estamos competindo até o final e vamos enfrentar um timaço

Os ‘colchoneros’ – rival do Barça na disputa pela Liga – precisam de apenas um empate para conquistar o título espanhol após 18 anos. Na opinião de Xavi, o Atlético de Madrid é a melhor equipe da Europa no aspecto defensivo. “São os melhores na defesa, pressionam, são solidários e possuem variações no ataque”, explicou. “Seguimos com vontade e a torcida deve estar animada. Temos que analisar a Liga como é devido, estamos competindo até o final e vamos enfrentar um timaço”, completou.

Apesar de ter vivido as mais diferentes situações com a camisa culé, incluindo algumas viradas históricas como a sobre o Milan na Champions League 2012/13, será a primeira vez que essa geração de jogadores disputará uma ‘final’ de Liga…e no Camp Nou. “Estamos diante de uma oportunidade histórica. É uma partida única, que não sei se voltaremos a disputar. Seria a coroação para essa geração, jogar uma partida tão transcendental”, declarou o segundo capitão do FC Barcelona, que também deixou claro que sua intenção é seguir no clube.

Puyol e Valdés

“Fico triste com a saída deles. Puyol é um exemplo para todos nós pela sua liderança e sacrifício. Estivemos juntos durante toda a carreira, é uma pessoa espetacular. Valdés também, o melhor goleiro da história do clube. Já estamos com saudade deles. Desejamos o melhor para os dois, são grandes amigos”, comentou Xavi sobre dois dos pilares da década de ouro do FC Barcelona.

Voltar ao início