fcb.portal.reset.password
Xavi, durante a entrevista ao Daily Mail.

Xavi, durante a entrevista ao Daily Mail / FOTO: Daily Mail (Andy Hooper)

O meia Xavi Hernández ofereceu há poucos dias uma entrevista exclusica ao diário britânico Daily Mail e comentou que "esperava um Manchester City com mais posse de bola" na partida de ida das oitavas-de-final da Liga dos Campeões. O craque culé reconheceu que a estratégia "supreendeu" o elenco. "Não eram defensivos, mas esperavam atrás".

Apesar disso, Xavi não poupou elogios ao técnico do clube inglês, Manuel Pellegrini. "É um treinador fantástico. Normalmente as suas equipes gostam de ter a posse de bola. Ele gosta do futebol bem jogado, de abrir pelas pontas e de pressionar o rival". Por tudo isso, ressaltou a sua surpresa com a estratégia do chileno no Etihad Stadium. "Creio que desta vez atuou diferente. Possui jogadores com o perfil similar aos nossos e por isso nos surpreendeu um pouco". 

Fim de ciclo?

Xavi também foi questionado sobre se a fase gloriosa do Barça chegou ao fim. "Claro que não, temos uma excelente geração de jogadores. Se você olha as idades de Cesc, Messi, Iniesta, Alves e agora Alba e Piqué...todos têm entre 26 e 29 anos. É uma grande geração". O 'cérebro' do Barça aproveitou a ocasião para evitar comparações com o Barça de Guardiola. "Foi a melhor fase da história do clube, um período único. Perderíamos em todas as comparações. Mas o Tata Martino possui a mesma filosofia e conceito de jogo", assegurou. 

Sonhos para o futuro

Outra curiosidade do diário inglês era saber o que Xavi pretende fazer após se aposentar e o meia catalão não negou que comandar o Barça é um dos seus sonhos. "Sim, eu gostaria de ser técnico. Adoraria permanecer para sempre no futebol e sempre com o Barça. É o que me diz o coração. Mas tudo isso é para o futuro. Atualmente, o que gosto mesmo é de ter a bola nos pés e dirigir as partidas", concluiu. 

Voltar ao início