fcb.portal.reset.password
Tata Martino, durante a coletiva deste sábado na Cidade Esportiva Joan Gamper

Tata Martino, durante a coletiva deste sábado na Cidade Esportiva Joan Gamper / FOTO: MIGUEL RUIZ - FCB

Tata Martino foi o protagonista da coletiva que realizou neste sábado, na Cidade Esportiva Joan Gamper. O técnico do FC Barcelona fez questão de destacar as duas principais que teve antes do regresso às competições. Uma delas foi a energia positiva durante os treinos.

A outra foi a impressão que teve de Leo Messi após o seu regresso da Argentina. "Ele voltou com um olhar assassino. Voltou muito bem. Realizou três treinos fantásticos". O treinador culé comemorou o fato de poder contar com todo o elenco do Barça na volta aos treinos. "Estou satisfeito pela forma como todos voltaram. Parece que os jogadores nunca tiveram de férias", completou. 

Um mês exigente

Primeiro mês, duas competições. O mês de janeiro será bastante exigente ao clube azul-grená. Além do Elche neste domingo, o Barça terá as oitavas-de-final da Copa do Rei contra o Getafe e também terá que visitar o estádio Vicente Calderón para um emocionante duelo contra o Atlético de Madrid. "Na realidade cada competição é um mundo diferente. Não podemos relaxar em nenhuma delas".

Com relação ao rival deste domingo, Martino reconheceu que o Elche deve ser tratado com respeito. "É um time que apesar de ter subido esse ano para a 1ª Divisão, obteve bons resultados e pode derrotar qualquer equipe". O treinador culé também fez questão de lembrar que o Barça inicia o ano como tinha planejado. "A intenção era chegar em dezembro vivo em todas as competições e conseguimos. Agora, que venha a Liga e a Copa. E mais tarde, a Champions". 

Passo a passo

"Primeiro temos que superar o Elche e depois o Getafe", afirmou o técnico azul-grená numa resposta sobre a estratégia que será utilizada contra o Atlético de Madrid. "Não posso responder sobre uma partida quando tenho outras antes".

Com relação às lesões, o treinador argentino analisou positivamente o regresso dos jogadores, mas destacou que o elenco soube suportar as ausências. "Tivemos uma boa resposta de todos os jogadores e agora esperamos ter cinco meses tranquilos e que a lesões não atrapalhem". 


Voltar ao início