fcb.portal.reset.password

Gerardo Martino, durante a partida. FOTO: MIGUEL RUIZ - FCB

Gerardo Martino compareceu na entrevista coletiva posterior ao duelo contra o Betis satisfeito com a  brilhante vitória, mas deixou claro que a equipe não funcionou bem nos primeiros 30 minutos. "Jogamos do jeito que o Betis queria no começo. Eles deram espaços, mas a pressão nos obrigou a retroceder", comentou Martino, que reconheceu que o Betis "mereceu um gol nos 30 minutos iniciais". Ainda assim, Tata disse que quando Cesc marcou o terceiro gol, teve a certeza de que "o jogo estava decidido. Fizemos uma partida muito inteligente".

Uma nova variação do jogo

"Nesta semana falamos que não afeta o fato de jogar um pouco mais atrás. Temos jogadores que tocam bem e chegam rápidamente na cara do gol. Se somos contundentes com a bola nos pés já teremos ganho uma variação nova", analisou o técnico argentino. Martino acrescentou que "houve meia hora que não tocamos bem a bola e não podemos esquecer isso apesar do resultado final". Houve meia hora que não tocamos bem a bola e não podemos esquecer isso apesar do resultado final

Sobre a atuação de Cesc Fàbregas, autor de dois gols e uma assistência, Martino afirmou que o meia culé "dá passes, define, começa, termina....pertence a um grupo de futebolistas que jogam e entendem muito bem o jogo".

Voltar ao início