fcb.portal.reset.password
Tata Martino com cara de preocupação

Tata Martino se mostra preocupado após a derrota para o Valência / FOTO: MIGUEL RUIZ - FCB

Tata Martino avisou na última quarta-feira que "qualquer erro poderia custar caro". Foi a frase perfeita para o que aconteceu neste sábado no Camp Nou. "Tínhamos a sensação no minuto 30 que a partida estava decidida e pagamos o preço. Falei que os erros custariam caros e cometemos alguns", explicou o técnico após a derrota contra o Valência. "O gol no final do primeiro tempo nos causou danos e provocou dúvidas na equipe. Já o segundo gol deles nos deixou desesperados", acrescentou.

O técnico culé é consciente que é muito provável que o FC Barcelona pode perder a liderança da Liga Espanhola nesta rodada, após conseguir um recorde histórico de 59 jogos consecutivos como líder desta competição. "Agora começaremos a jogar uma liga completamente diferente da que jogávamos até agora", comentou. "Vamos tentar recuperar o terreno que perdemos. Ainda temos que jogar contra os nossos rivais diretos na briga pelo título". E avisou: "Estou preocupado e quero mudar essa situação o mais rápido possível". Uma vontade que buscou transmitir aos seus jogadores. "Não devemos baixar os braços".

Não dar opções ao rival

O Barça lutou pelo empate até o final, mas desta vez não contou com a eficiência de outras partidas. "Alguns jogos soubemos virar o placar. Desta vez, tentamos mais na base da garra do que com a cabeça. Não podemos ressuscitar os rivais e é o que fizemos nesta partida. O Valência soube aproveitar", declarou. Martino também aproveitou para enviar os pêsames aos familiares e amigos de Luis Aragonés, falecido neste sábado. "É uma grande perda para o mundo do futebol".

Zubizarreta: "Nada se decide em fevereiro"

Andoni Zubizarreta analisou a derrota do FC Barcelona diante do Valência: "Nada se decide no mês de fevereiro. Essa derrota é difícil de digerir porque a competição está muito equilibrada". O Diretor de Futebol do clube também afirmou: "Nós poderíamos ter feito melhor as coisas, O Valência nos levou a um tipo de jogo que não gostamos". Zubizarreta também teve palavras para Luis Aragonés. "Ele era um exemplo de comor ser uma boa pessoa no mundo do futebol".

Voltar ao início