fcb.portal.reset.password

Martino, aquest dilluns a San Siro / FOTO: MIGUEL RUIZ - FCB

Milan e Real Madrid são duas equipes com muito peso no futebol europeu. Primeiro, o Barça terá que pensar nos italianos e, a partir da quarta-feira, no eterno rival madrilenho. "É uma semana com partidas importantes, mas que não irão decidir nada. São confrontos contra rivais históricos e tentaremos jogar da melhor maneira possível", afirmou o técnico culé nesta segunda-feira, em Milão. "Com um resultado favorável nesta terça-feira, ficaremos a um passo de conseguir a classificação às oitavas-de-final da Liga dos Campeões. É um partida vital para praticamente assegurar a vaga e por isso considerei importante trazer 22 jogadores", explicou Martino. 

"No Barça você é examinado cada três ou quatro dias. Em todos os jogos eu comprovei essa realidade. Como sempre, tenho que escalar um time que jogue bem que vença a partida", explicou Tata Martino. Quando foi questionado sobre o potencial do rival italiano, afirmou: "Nesta terça-feira teremos um grande clube pela frente e não podemos menosprezar isso. Não pensamos nesse jogo como um outro qualquer. Será muito difícil", agregou.

Temos que dominar as alternativas do jogo e ceder poucas opções de contra-ataque

Para Tata Martino, a equipe tem que manter o seu estilo dentro de campo. O Barça tem que ser o Barça. Pensar em ter o controle do jogo e dominar as alternativas que possa ter durante a partida. É o que fizeram nos últimos anos". Sobre o rival, destacou o seu potencial no contra-ataque. "Não podemos dar essa opção à eles", assegurou. "Balotelli? Se ele não joga é uma boa notícia para o técnico rival, mas ruim para os espectadores".

Com relação a Leo Messi, o técnico do Barça explicou que está pronto para jogar, como o resto dos seus companheiros: "O Messi está bem. Viajou à Pamplona para comprovar o seu estado durante alguns minutos. Treinou bem e está confiante", declarou. "Não penso que as chances de voltar a ser o melhor jogador mundo se decida em cinco dias. As pessoas que votam analisam toda a temporada", concluiu Martino, sobre a futura lista de nominados ao prêmio 'Bola de Ouro'.

Voltar ao início