fcb.portal.reset.password
Cesc, durante a partida de ida

Cesc, durante a partida de ida / FOTO: MIGUEL RUIZ-FCB

O FC Barcelona está a 90 minuto de uma nova final. Seria a quarta nos últimos seis anos na Copa do Rei e a 15ª nesse mesmo espaço de tempo em todas as competições. Mas antes, a equipe de Tata Martino terá que defender a vantagem de 2 a 0 conseguida na partida de ida da semifinal, no Camp Nou. O rival será nada menos que uma Real Sociedad em grande fase, às 22h (19h de Brasília), no estádio Anoeta, em San Sebastián.

Diante disso, o Barça sabe que não tem nada decidido. A equipe culé ainda se lembra das eliminações sofridas diante do Getafe há sete anos após um 5 a 2 na ida e também contra o Malhorca em 2009, depois de vencer a primeira partida por 2 a 0. Tudo por culpa do excesso de confiança.

Todos unidos 

Todo o elenco azul-grená foi convocado para a viagem à San Sebastián. Será o compromisso mais importante até o momento da era Martino. O treinador do Barça poderá contar com o regresso do capitão Carles Puyol, que já está recuperado da lombalgia que impediu a sua presença em Sevilha. O goleiro Oier Olazábal também recebeu alta médica.

Neymar Jr e Jonathan dos Santos, lesionados, também estarão no estádio de Anoeta. Tata Martino quer a presença de todos nessa partida decisiva. O lado positivo é que nenhum atleta corre o risco de ser sancionado para a possível final, que será disputada na Semana Santa. 

Otimismo em San Sebastián

Existe um certo otimismo no ar de San Sebastián. O torcedor 'Txuri-urdin' acredita que a equipe basca pode conseguir uma virada contra o Barça, no estádio Anoeta e desse modo chegar a uma final de Copa após 26 anos. "Lutaremos com alma para viver uma noite histórica", declarou o técnico da Real Sociedad, Jagoba Arrasate. Por outro lado, o primeiro finalista da Copa do Rei é o Real Madrid, que eliminou o Atlético (atual campeão) com uma vitória por 2 a 0 nesta terça-feira.

Voltar ao início