fcb.portal.reset.password

Neymar Jr, durante a partida / FOTO: MIGUEL RUIZ-FCB

O FC Barcelona foi supreendido no estádio Anoeta e caiu derrotado por 3 a 1 diante de uma contundente Real Sociedad. A eficiência ofensiva dos bascos evidenciou todas as carências de um Barça acostumado a ter o controle da partida, mas sem contar com a força de outras épocas para transformar esse domínio em vitórias.

A dura derrota volta a tirar o FC Barcelona da liderança da Liga Espanhola, que agora está nas mãos do eterno rival Real Madrid. Além disso, o Barça verá aumentar o tabu de sete anos sem vencer a Real Sociedad em San Sebastián, algo que confirma a fama do estádio Anoeta de um lugar amaldiçoado para o clube catalão.

Uma repetição da Copa do Rei

A dificuldade esperada no estádio Anoeta se confirmou desde o início da partida. Mais uma vez a Real Sociedad conseguiu anular as ofensivas do Barça com um planejamento defensivo sólido e apostando nas jogadas de contra-ataque criadas principalmente por Carlos Vela e Griezmann. O Barça mantinha a posse de bola, mas sem conseguir a contundência no ataque.

Uma história que se repete durante toda a temporada. Já os locais, quando tinham a oportunidade de chegar na área de Valdés traziam mais perigo. Até o minuto 30, Vela já tinha assustado duas vezes. O Barça somente uma, com Pedro. O duelo até aí foi idêntico ao protagonizado por ambas as equipes nas semifinais da Copa do Rei há poucos dias.

Elustondo marca, Messi empata

Na reta final da etapa incial, a intensidade da partida se converteu em gols. E foram os locais que abriram o placar. No minuto 31, após um cruzamento de Canales da direita, Elustondo cabeceou, a bola bateu no peito de Alex Song e entrou. Um castigo excessivo para o que foi visto na partida até esse momento. Mas a Real Sociedad não teve nem tempo de celebrar.

Quatro minutos depois, o Barça empatou com uma bela jogada. Montoya recebeu uma bola na direita e deu o passe para o meio. Busquets deixou a bola passar no meio das pernas de forma inteligente e ela ficou limpa para Messi. O craque argentino dominou e mandou a bomba no canto esquerdo de Bravo. Foi o 14º gol de Messi na Liga Espanhola e a quinta partida consecutiva dele marcando.

A Real surpreende o Barça

O Barça voltou para o 2º tempo com a notícia da expulsão do técnico Tata Martino no intervalo. Apesar disso, a história seguia o ritmo de sempre. Posse de bola culé e contra-ataque da Real. Só que desta vez, o rival não perdoou as ocasiões que teve. A primeira delas, no minuto 53. Vela recebeu na esquerda e fez um belo cruzamento para Griezmann definir com precisão. Real Sociedad 2-1.

Outro castigo excessivo para o clube culé, mas que piorou ainda mais cinco minutos depois. Desta vez, o cruzamento veio da direita e toda a zaga do Barça ficou estática vendo o meia Zurutuza vir correndo da intermediária para ampliar o placar, se adiantando ao goleiro Valdés.

Um Barça em evidência

O início arrasador da Real Sociedad no segundo tempo nocauteou as intenções ofensivas do FC Barcelona. A equipe de Tata Martino manteve a posse de bola, mas sem nenhuma criatividade na hora de criar ocasiões de gol. Além disso, o setor defensivo evidenciou carências preocupantes, que foram decisivas no resultado do confronto.

A Real Sociedad desperdiçou diversas oportunidades para ampliar e teve mais méritos para marcar o quarto gol do que o Barça para fazer o segundo. Com isso, a equipe culé voltou a cair num campo ‘maldito’ para os barcelonistas. Um resultado que custou nada menos que a liderança da atual Liga Espanhola e que traz preocupações para o torcedor culé.

Voltar ao início