fcb.portal.reset.password
Messi, durante a partida.

O craque Leo Messi voltou a ser decisivo / FOTO: MIGUEL RUIZ - FCB

O FC Barcelona conseguiu uma vitória de extrema importância no dérbi catalão deste sábado, no estádio Cornellà – El Prat. A equipe de Tata Martino derrotou o RCD Espanyol por 1 a 0 e recuperou a liderança provisória da Liga Espanhola 2013/14. Foi um triunfo trabalhado, difícil e garantido graças a uma cobrança de pênalti magistral de Leo Messi.

Dureza do Espanyol

A primeira parte foi uma demonstração dos jogadores do Espanyol de como ser contundente na marcação. Com menos de um minuto, Stuani realizou uma entrada violenta a Cesc Fàbregas. Minutos depois, o mesmo Stuani fez outra falta dura, desta vez sobre Jordi Alba e recebeu o cartão amarelo. Um caso similar ao do zagueiro Colotto.

Após intimidar o atacante Pedro no início da partida com um empurrão sem bola, Colotto decidiu dar um pontapé em Neymar e também foi ‘premiado’ com um cartão amarelo. Algo que não ocorreu com o atacante Pizzi, que repartiu golpes no tornozelo dos jogadores culés, mas mesmo assim conseguiu chegar ao intervalo sem receber nenhuma punição.

Primeira parte sem gols

O primeiro tempo foi bastante movimentado e com diversas ocasiões claras de gol. A primeira delas veio com Messi no minuto 17, quando tentou encobrir de cabeça o goleiro Casilla, mas a bola saiu por muito pouco. Na jogada seguinte, foi a vez do Espanyol assustar com Pizzi, mas o português falhou uma oportunidade clara diante de José Manuel Pinto. Depois foi a vez de Neymar Jr desperdiçar duas ocasiões claras.

A primeira delas, sem goleiro, após um cruzamento de Daniel Alves. Minutos depois, o brasileiro teve outra chance após uma belo passe de Jordi Alba, mas errou o alvo. Do outro lado, Pizzi perdeu outra chance claríssima ao mandar uma bola nas nuvens diante do gol de José Manuel Pinto. Final do primeiro tempo: 0 a 0.

Messi decide o clássico

Sempre que o FC Barcelona precisa, ele responde. No minuto 76, pênalti a favor a Barça. Leo Messi aparece para cobrar com categoria e botar a bola de um lado e o goleiro do outro. Um gol decisivo que colocou a equipe culé novamente na liderança provisória da Liga Espanhola e na torcida por um tropeço do Atlético de Madrid em Bilbao. O craque argentino também acabou com um tabu na carreira ao marcar o seu primeiro gol no estádio Cornellà – El Prat e já soma um total de 23 no campeonato.

Na sequência, o goleiro Kiko Casilla foi expulso por tocar a bola com a mão numa jogada fora da área. O Espanyol já não podia realizar susbtituições e o lateral Javi López, que tinha cometido o pênalti, foi para o gol. O Barça ainda teve algumas oportunidades com Messi e Alexis, mas não conseguiu ampliar. Apesar disso, garantiu uma vitória decisiva que lhe mantém dependendo de apenas si mesmo para ser campeão.

Voltar ao início