fcb.portal.reset.password
Messi beija o escudo do Barça ao celebrar um gol no Bernabéu.

Hat-trick de Messi no Bernabéu. FOTO: MIGUEL RUIZ-FCB.

O FC Barcelona está de volta na briga pelo título da Liga Espanhola 2013/14 graças a uma vitória histórica por 4 a 3 sobre o Real Madrid. Um feito conseguido graças a outra apresentação histórica de Messi na capital espanhola. O craque argentino foi o líder indiscutível de um Barça que voltou a deixar o Santiago Bernabéu sem palavras. Marcou um hat-trick, deu uma assistência, quebrou recordes e silenciou aqueles que descartavam a equipe azul-grená como candidata ao título da Liga desta temporada.

Iniesta abre o placar

Foi um clássico como todos queriam. Gols, tensão, lances perigosos, enfim, toda a emoção que um duelo entre FC Barcelona e Real Madrid sabe oferecer. A partida começou num ritmo frenético, com ataques de ambos os lados. Diante desse panorama, o gol era uma simples questão de tempo. Dito e feito. No minuto 6, Messi viu a entrada de Iniesta pela esquerda, fez o passe e o meia culé fuzilou Diego López para abrir o placar no Bernabéu.

Benzema vira em 4 minutos

Após o gol, o Barça teve duas ocasiões para ampliar o placar, através de Messi e Neymar Jr, mas ambos falharam no momento crucial. Desse modo, de um possível 0-3, o Barça teve que ver o rival virar o placar num piscar de olhos, através de um inspirado Benzema. O atacante francês empatou a partida com uma bela cabeçada no minuto 19. Quatro minutos depois, recebeu um cruzamento da esquerda, dominou na área e, sem deixar a bola cair, superou Valdés. Madrid 2-1 FCB.

Aparece Messi

Com a virada no placar, o time merengue ganhou fôlego e decidiu pressionar o Barça na busca do terceiro gol. Mas aí a sorte mudou de lado. Após falhar ocasiões claras para aumentar a vantagem, o Real Madrid viu o castigo surgir através do carrasco de sempre: Leo Messi. Pouco antes do final do 1º tempo, ele entrou tabelando na área e, com raça, deixou tudo igual. Com esse gol, Messi superava Di Stéfano como o maior artilheiro da história dos clássicos, com 19 gols.

Cristiano supreende

O Barça começou melhor a segunda parte, impondo o seu jogo e controlando as ações. Mas no minuto 54, Cristiano Ronaldo recebe uma bola na entrada da área. Quando vai avança, sofre falta de Alves fora da área. O árbitro Undiano Mallenco marca pênalti e o próprio CR7 volta a colocar o Madrid na frente do marcador. Nesse momento, muitos pensavam que o Barça já não se recuperaria.

A valentia culé

Víctor Valdés, Iniesta e o técnico Tata Martino tinham dito que o Barça precisaría “ser valente” para vencer no Bernabéu. A equipe culé respondeu ao conselho dos seus líderes e foi atrás da vitória. O primeiro golpe veio no minuto 64. Neymar invade a área e é derrubado por Sergio Ramos. Pênalti para o Barça e cartão vermelho para o zagueiro merengue. Messi cobra e empata a partida novamente.

Messi faz história no Bernabéu

O Barça sabia que o empate não servia e, com um jogador a mais, botou o rival contra as cordas. No minuto 84, Iniesta foi derrubado na área. Mais um pênalti para o Barça e novo gol de Messi. O craque argentino chegou aos 21 gols na atual Liga Espanhola e na história do clássico. Também atingiu a marca de 236 gols na Liga Espanhola e já é o segundo maior artilheiro da história da competição. E o mais importante: garantiu a vitória culé e recolocou o Barça na luta pelo título da Liga Espanhola.


Voltar ao início