fcb.portal.reset.password
Comemoração da Liga 2010/11 no estádio Ciudad de Valencia.

Comemoração da Liga 2010/11 no estádio Ciudad de Valencia. FOTO: MIGUEL RUIZ-FCB.

O FC Barcelona viveu emoções fortes nos últimos tempos no estádio Ciudad de Valencia, onde regressará neste domingo. Contra o Levante, o Barça venceu duas ligas e alcançou um ponto culminante do seu estilo de jogo, baseado nas catagorias de base. Relembre quatro momento inesquecíveis da história deste confronto. 

Temporada 1964/65: Uma goleada surpreendente (5-1)
A 5ª rodada da temporada 1964/65 da Liga Espanhola viveu uma goleada surpreendente do Levante sobre o FC Barcelona (5-1). As crônicas da época falam de um Barça apático, que salvou a honra com um gol solitário de Fusté. Torrents, Wanderley (2) e Serafín (2) foram os autores dos gols da única vitória até o momento do Levante sobre o Barça na Liga. 


Temporada 2004/05: O primeiro título da Era Rijkaard (1-1)
Até a última década, o Levante não tinha uma presença constante na Primeira Divisão da Espanha. Mas nesse mesmo período, o estádio Ciudad de Valencia viu o Barça ganhar dois títulos de Liga. O mais especial foi o de 2005, que acabou com um jejum de seis anos. Um gol do camaronês Samuel Eto'o rendeu o pono que o Barça precisava para ficar com o título.  


Temporada 2010/11: A última Liga da Era Guardiola (1-1)

A história se repetiria seis anos mais tarde. Era a 36ª rodada da Liga daquele ano e o Barça voltava a necessitar um ponto para sair campeão do estádio Ciutat de València. Um gol de Seydou Keita foi suficiente para a equipe de Pep Guardiola somar a sua terceira Liga consecutiva.


Temporada 2012/13: Com 11 'pratas da casa' sobre o campo (0-4)

A temporada passada também contou com um feito histórico no estádio do Levante. Pela primeira vez na história moderna, o Barça colocou sobre o campo 11 jogadores formados nas categorias de base do clube. A circunstância ocorreu entre os minutos 13 (quando Alves sofreu uma lesão) e 65 da partida. Valdés, Montoya, Piqué, Puyol, Alba, Busquets, Xavi, Cesc, Iniesta, Messi e Pedro foram os eleitos por Tito Vilanova.

Voltar ao início