fcb.portal.reset.password
Carles Puyol na coletiva.

Carles Puyol na coletiva desta segunda-feira, na Cidade Esportiva. FOTO: MIGUEL RUIZ - FCB.

Após a eliminação na Champions League e a derrota em Granada na Liga Espanhola, o capitão Carles Puyol compareceu na coletiva desta segunda-feira, na Cidade Esportiva Joan Gamper. "É um bom momentos para dar explicações. Temos uma final e um dos melhores jogos. Quero dizer à torcida que daremos tudo dentro de campo e se estamos unidos será mais fácil", declarou.

Posso dizer bem alto que lutaremos ao máximo nessa final

Puyol também aproveitou a coletiva para fazer autocrítica. "Somos conscientes que falhamos em algumas coisas, mas posso dizer bem alto que lutaremos ao máximo nesta final e nos cinco jogos que faltam na Liga. Muita coisa ainda pode acontecer", disse. 

Trabalho para estar em Mestalla

A equipe se apresentará em Mestalla com dúvidas para a defesa por culpa das lesões de Puyol, Piqué e Bartra. "Estou trabalhando para poder jogar. Faltam dois dias e daremos tudo para estar ali. Amanhã, analisaremos as possibilidades que temos", explicou. No lado pessoal, comentou: "Ainda não tomei nenhuma decisão, não sei o que acontecerá. Luto todos os dias para jogar, mas as coisas não estão saindo como queria". 

Puyol destacou também o apoio de todos os jogadores ao técnico Tata Martino e afirmou que ninguém pode duvidar dessa equipe. "O elenco segue com vontade de vencer e de seguir fazendo história. Não creio que haverá alguma revolução no elenco por culpa dos resultados. Há que existir uma linha de trabalho e isso não pode depender de ganhar um título ou dois", concluiu. 

Voltar ao início