Gerard Piqué, no estúdio do ''El Marcador' da Barça TV. / FOTO: MIGUEL RUIZ - FCB

Após o triunfo contra o Espanyol (1-0), o zagueiro Gerard Piqué passou pelo estúdio do programa 'El Marcador', da Barça TV, para falar sobre o dérbi e também do momento que vive a equipe. "Quando a partida ou as circunstâncias exigem outra solução, temos que ser práticos. Sei que a torcida quer ver o Barça jogar bem e marcar muitos gos, mas nem sempre é possível", indicou. "Históricamente, o Barça sempre teve dificuldades para ganhar esses dérbis, o que acabam custando títulos". 

Um clube exigente 

Entretanto, o zagueiro afirmou entender o alto nível de exigência. "O Barça é um clube grande onde os torcedores sempre questionam alguma coisa, e o debate do momento é o jogo da equipe", reconheceu. "Atuações de gala ocorrem umas 15 vezes na temporada. Há dias que o time sente o esforço físico, mas temos que jogar com inteligência. Somos muito práticos. Pode ser que as atuações não são tão boas, mas os resultados sim".

Neste sentido, Piqué fez uma clara referência ao Real Madrid: "Não gosto das comparações com o eterno rival, mas imagina se nos últimos cinco anos tivéssemos vencido apenas uma Liga e uma Copa. Nossa torcida não conseguiria digerir isso". 

Sete gols contra em 12 partidas

Por outro lado, o zagueiro culé ressaltou o grande momento defensivo da equipe azul-grená. O Barça só sofreu sete gols em 12 rodadas da Liga Espanhola. "O time soube assimilar bem a pressão defensiva, está sofrendo poucos gols e o trabalho nesse aspecto é formidável". Com relação ao seu desempenho pessoal, revelou: "Estou bem, como sempre e está tudo bem. Fisicamente tive algumas dores musculares mas consegui me recuperar e dar a volta por cima", finalizou.