fcb.portal.reset.password

Pedro, no programa 'El Marcador' da Barça TV / FOTO: MIGUEL RUIZ-FCB

Pedro Rodríguez reconheceu no último sábado, no programa 'El Marcador' da Barça TV, que os jogadores do FC Barcelona está vivendo momentos difíceis. O empate do Getafe nos acréscimos significou praticamente o adeus da equipe na luta pelo título da Liga Espanhola. "O vestiário está desolado e abatido", confessou o atacante culé. "Fizemos uma boa partida, mas faltou pontaria", explicou. 

O goleador do Barça revelou que a temporada foi "muito complicada" por culpa dos problemas 'extra-campo' que afetaram a equipe durante essa campanha. "Não dá para estar feliz se não podemos lutar pelo título até o final", afirmou. "Prefiro vencer que marcar 50 gols", completou, consciente de que não é ele quem deve dar nota sobre o seu desempenho. "Sempre tento entrar em campo e trabalhar", comentou.

"Foi uma semana duríssima, sobretudo mentalmente. Tito era uma pessoa muito querida"

Sobre o futuro mais imediato, Pedro respondeu que "a equipe deve terminar a Liga e pensar no próximo ano. Penso que temos um elenco para seguir conseguindo grandes coisas". O camisa 7 do Barça também teve palavras para explicar a perda do técnico Tito Vilanova. "Foi uma semana duríssima, principalmente na parte mental. Era uma pessoa muito querida, incrível, leal, direta e sincera. Todo mundo gostava dele. Foi difícil para nós". 

Voltar ao início