Pedro Rodríguez, na sala de imprensa da Cidade Esportiva / FOTO: MIGUEL RUIZ - FCB

Pedro Rodríguez, protagonista nesta segunda-feira da entrevista coletiva realizada na Cidade Esportiva Joan Gamper, se mostrou surpreso com algumas críticas sobre a equipe. "Não estão sendo justos com o elenco. Estamos fazendo um bom trabalho e deveriam valorizar isso, que jogamos bem e com efetividade". O jogador, originário das Ilhas Canárias, reconheceu: "O que manda são os resultados, são o que te dão vida. O mais importante é que somos líderes". E acrescentou: "Não estamos tão mal como dizem. Espero que o time siga ganhando e jogando bem".  O que manda sempre são os resultados, são eles que te dão vida

O atacante culé também comentou sobre o estado de forma de Leo Messi. "Seus números e rendimento são espetaculares, como sempre". Pedro Rodríguez ressaltou que o argentino "está com vontade de seguir ajudando a equipe como fez nos últimos anos". Consciente de que Messi é quem faz a diferença no Barça, Pedro vê de forma positiva que outros jogadores do elenco tenham mais oportunidades de marcar. "Isso é bom para a equipe".

Um dos atacantes que está vivendo um grande momento goleador é o chileno Alexis. Pedro Rodríguez se alegra com o feito e vê a fase do companheiro como "uma motivação, isso te faz competir e trabalhar melhor". O camisa '7' do Barça tem como objetivo seguir com um papel importante dentro da equipe. "Claro que quero jogar mais, me noto com mais confiança nas partidas". Os gols de Alexis são uma motivação para mim, já que isso te obriga a competir e treinar cada vez melhor

Neste sentido, confessou que nunca pensou em sair do Barça. "Estou aqui há muitos anos e é onde quero estar, onde sempre me trataram bem". 

Desconfiança com o Milan

O próximo compromisso do FC Barcelona será nesta quarta-feira, contra o Milan, no Camp Nou, em jogo válido pela Liga dos Campeões. Pedro Rodríguez e o resto do elenco sabem que é uma partida importante para assegurar a classificação às oitavas-de-final da competição europeia, mas desconfiam de um Milan que não vive um dos seus melhores momentos na temporada. "É uma equipe histórica, com grandes jogadores e um rival sempre difícil para o Barça. Temos que estar atentos porque será uma partida complicada apesar do mau momento que vivem", completou.