Marc Overmars, contra três jogadores do Athletic no estádio San Mamés.

Marc Overmars, no estádio San Mamés (temporada 2003/04). FOTO: MIGUEL RUIZ-FCB.

Athletic Club e FC Barcelona voltam a se enfrentar neste domingo, no novo estádio de San Mamés, em Bilbao. Um duelo histórico entre duas das equipes que sempre tiveram na divisão de elite do futebol espanhol e que acumulam uma infinidade de títulos. Confira a seguir alguns dos jogos mais memoráveis da história desse confronto:

1930/31: A maior goleada da história (12-1)

No dia 8 de fevereiro de 1931, o Athletic de Bilbao conseguiu no estádio San Mamés uma inacreditável goleada por 12 a 1 sobre o FC Barcelona. E isso que o clube catalão tinha no seu elenco craques como Zabalo, Martín, Castillo, Piera, Sastre, Goiburu, Arnau e Parera. De fato, o Barça tinha goleado o Athletic no primeiro turno por 6 a 3 e no final ficou a um ponto do campeão daquele ano, o próprio Athletic de Bilbao. Mas naquele dia os jogadores do Barça, revoltados com os dirigentes do clube, decidiram fazer uma greve e fizeram ‘corpo mole’ causando a maior goleada já sofrida pelo clube catalão.


1934/35: Uma virada que marcou época (3-5)

Athletic e Barça disputaram uma partida histórica no dia 31 de março de 1935, em San Mamés. O elenco culé formado por Francás, Rafa, Alcoriza, Pedrol, Berkessy, Lecuona, Ventolrà, Raich, Escolà, Ramon e Pagés soube se impôr a tradicional fúria dos ‘Leões’ e virou um jogo que perdia por 2 a 0, ao marcar três gols em quatro minutos. No final, o duelo finalizaria 5 a 3 para os culés. Ramón, Berkessy, Raich (duas vezes) e Escolà marcaram para o Barça.


1951/52: O Barça das Cinco Copas acaba com a maldição (0-3)

O famoso Barça das Cinco Copas era tão sublime que destruía todas as estatísticas. Aquela equipe dos sonhos liderada pelo lendário Ladislao Kubala acabou com a maldição de San Mamés, um estádio no qual o Barça - segunda as crônicas - sempre saía com complexo de inferioridade. A sorte mudou no dia 6 de janeiro de 1952 após uma sensacional vitória por 3 a 0, com dois gols de Basora e um de Vila. O goleiro Antoni Ramallets realizou uma atuação extraordinária e conseguiu que pela primeira vez na história o Athletic não marcasse um gol contra o Barça no seu estádio. Curiosamente, Kubala não jogou nesse dia por culpa de uma lesão. 


1969/70: Fim da imbatibilidade de Iríbar (1-1)

José Ángel Iríbar foi o melhor goleiro da história do Athletic e um dos maiores do futebol europeu. Atuou pelos 'Leões' entre 1963 e 1980. No estádio San Mamés, ele se converteu em um muro intransponível para os atacantes culés durante muitos anos. Somente no dia 18 de janeiro de 1970 o Barça conseguiu superar Iríbar na 'Catedral' de San Mamés. O autor do gol histórico foi Lluís Pujol. Os 590 minutos invictos contra o Barça (5 jogos da Liga Espanhola e um da Copa do Rei) eram coisa do passado. 


1983/84: Dois gols de Maradona nos anos de duros combates (1-2)

O Barça do técnico argentino Menotti conquistou a 'Catedral' num jogo marcado pela intensa e violenta rivalidade que mantinham ambas as equipes no início dos anos 80. Nos duelos anteriores entre leões e culés se lesionaram Schuster e Maradona por culpa das duras entradas de Goikoetxea. No dia 29 de janeiro de 1984, Maradona se redimiu e marcou os dois gols do triunfo diante de um jovem goleiro basco chamado Andoni Zubizarreta. Apesar da derrota, o Athletic conseguiu o bicampeonato espanhol naquela temporada. 


1990/91: Goleada brutal do Dream Team (0-6)

A maior goleada culé no antigo estádio San Mamés se produziu na primeira liga do 'Dream Team' de Johan Cruyff. O treinador holandês havia sido submetido a uma operação cardíaca e ainda estava em recuperação. O búlgaro Stoichkov foi o grande protagonista daquela tarde, com quatro gols. Para a lembrança ficou a arrancada de Stoichkov na jogada do 0-3. Bakero e Salinas completaram o placar. 


1994/95: Uma vitória para entrar na UEFA (0-2)

O Barça chegou ao estádio San Mamés na última rodada correndo o risco de ficar pela primeira vez na sua história fora de uma competição européia. Mas os gols de Txiki Begiristain e Jordi Cruyff garantiram a vitória culé e a classificação para a antiga Copa da UEFA. 


2003/04: A 'Era Rijkaard' começa em Bilbao (0-1)

A primeira partida da Liga Espanhola do técnico holandês Frank Rijkaard no comando do Barça foi justamente no estádio San Mamés. A partida foi decidida com um gol de Cocu no minuto 11, após um cruzamente de Van Bronckhorst pela direita. 


2012/13: Despedida de San Mamés com empate (2-2)

O Barça se depediu do antigo estádio San Mamés no último dia 27 de abril com um empate em 2 a 2. A equipe do técnico Tito Vilanova chegava com chances de ser matematicamente campeão, mas com as atenções voltadas para as semifinais da Champions League contra o Bayern. O Athletic saiu na frente com um gol de Susaeta, mas os culés viraram o jogo na segunda parte, com Messi e Alexis. No último minuto, Ander Herrera estabeleceu o empate definitivo no adeus da antiga 'Catedral' de San Mamés.