fcb.portal.reset.password

Martino, parlant amb Messi / FOTO: MIGUEL RUIZ-FCB

Os confrontos contra o Ajax e o Rayo Vallecano foram duelos muito parecidos ao vivido pelo Barça neste sábado, em Almería. O time culé venceu por 2 a 0 e quebrou o recorde de melhor início da sua história na Liga Espanhola, com sete vitórias nas sete primeiras rodadas, mas demorou para ter o controle definitivo da partida. "Não tivemos o domínio na primeira etapa que desejávamos. Vimos um pouco do mesmo que aconteceu contra o Rayo e contra o Ajax", afirmou o técnico Tata Martino.

Neste sentido, o técnico crêe que no primeiro tempo sobraram "imprecisões na circulação", algo que se normalizou na segunda etapa. "O que buscamos é ter a continuidade do domínio e controlar as partidas durante os 90 minutos. Contra o Almería, só jogamos bem durante o segundo tempo", acrescentou. 

Elogios para o Almería

O técnico azul-grená também dedicou elogios ao rival deste sábado. "Gostei do Almería do primeiro tempo. Nos últimos 20 ou 25 minutos finais do 1º tempo eles nos obrigaram a recuar. Criavam perigo principalmente com Suso, que é um jogador completo e com os lançamentos para Soriano. Talvez a intensidade com que jogaram no início foi crucial para a queda de rendimento deles no final".

Lesão de Messi

Perguntado sobre a lesão de Messi, Martino explicou: "Aparentemente existe um 'probleminha' muscular na parte posterior da perna direita produzida no momento do gol. É difícil dizer algo mais antes de realizar novos exames". Neste domingo se conhecerá o alcance exato da lesão. 

Voltar ao início