fcb.portal.reset.password

 

O técnico Gerardo Martino enfrenta uma situação nova no Camp Nou. Desde a sua chegada ao Barça no final de julho passado, ele ainda não tinha perdido nenhuma partida. Nos últimos dez dias, perdeu duas vezes - 2 a 1 para o Ajax, em Amsterdã e 1 a 0 para Athletic Club, em Bilbao. Nesta sexta-feira, o Barça enfrenta o Cartagena, na estreia da Copa do Rei, no meio desse turbilhão de sentimentos novos. "É uma partida de extrema relevância. Uma vitória serviria para se recuperar a dinâmica positiva", afirmou o técnico azul-grená no início da coletiva desta quinta-feira, na Cidade Esportiva Joan Gamper. Um pouco depois, Martino afirmou: "Somos otimistas. Mas devemos usar essa sensação no que fazemos dentro de campo".

Sabemos que o rival é da Terceira Divisão, mas temos que fazer nosso trabalho e tentar vencer

O otimismo se concentra principalmente no bom desempenho oferecido pelo Barça nos primeiros 60 minutos do duelo em Bilbao. "Tivemos uma hora de bom jogo na que deveríamos ter marcado algum gol. A derrota contra o Athletic deve ser analisada de uma forma completamente diferente a do Ajax", assegurou. Sobre a partida desta sexta-feira em Cartagena, comentou: "Todas os jogos são perigosos. Sabemos que o rival é um time da Terceira Divisão, mas temos que fazer nosso trabalho e vencer, porque vivemos disso".

Tata Martino também foi questionado sobre se achava que seria uma partida de menor importância e respondeu: "Lembra que antes do jogo contra o Ajax diziam que era um jogo sem tanta importância? Penso que nunca devemos pensar em outra coisa que não seja a seguinte partida e a próxima será contra o Cartagena". 


Voltar ao início