fcb.portal.reset.password
Martino, durante o treinamento desta sexta-feira.

Martino, durante o treinamento desta sexta-feira. FOTO: MIGUEL RUIZ-FCB.

Na coletiva desta sexta-feira, prévia ao duelo de amanhã contra o Getafe, às 11h (de Brasília), no Camp Nou, o técnico Tata Martino destacou a dificuldade e a importância da partida para ambas as equipes. “Para o Barça, uma vitória significa manter as esperanças de conquistar o título da Liga Espanhola. Para o Getafe, a possibilidade de escapar do rebaixamento. É uma partida complexa pela situação do rival”, afirmou.

A única certeza do técnico argentino é que seus jogadores farão de tudo para seguir sonhando com o título. “Queremos chegar ao final com chances. Não temos muitas possibilidades, mas elas existem. Os jogadores seguem com a mesma motivação e desejo de fazer um bom trabalho”, declarou.

Defensor de um estilo

Martino fez questão de lembrar: “Esses jogadores nunca se cansaram de vencer. Quando há dificuldades e situações graves, nunca desistem de competir”. Ao mesmo tempo, defendeu de forma enérgica o estilo de jogo do FC Barcelona, numa semana em que o técnico Pep Guardiola foi criticado pela eliminação do Bayern na Champions League. “Existe uma necessidade de enterrar determinado estilo para elogiar um novo que está em destaque atualmente. Não concordo com isso”, assegurou.

"Foi uma temporada intensa, um ano de conhecimento"

Por outro lado, sobre o seu futuro, explicou: “Quero pensar somente nos jogos que faltam. Com Zubizarreta sempre falamos de futuro. Não me pede para ficar porque tenho um contrato em vigor, não tem necessidade”. Para completar, Martino admitiu: “Foi uma temporada intensa, não problemática. Foi um ano de conhecimento”, concluiu.

Voltar ao início