Martino, durante a coletiva / FOTO: MIGUEL RUIZ-FCB

O desafio deste domingo no campo do Betis é a última partida antes do novo descanso na Liga Espanhola por causa dos jogos das seleções. Poucas equipes complicaram tanto a vida do Barça como o time andaluz nos últimos anos. Gerardo Martino sabe disso e prevê uma partida difícil. "Espero um Betis que venha buscar o jogo, principalmente por ser o time da casa. Tem jogadores de muita qualidade apesar de não estar muito bem na Liga. Esperamos um jogo com muitas dificuldades".

O treinador culé também afirmou: "O Betis é perigoso. A posição deles na tabela não importa. Quem viu o jogo contra o Real Madrid na primeira rodada sabe que o Betis é uma boa equipe" Quem viu o Betis jogar contra o Real Madrid na primeira rodada sabe que tem um bom time

Para Tata Martino é fundamental chegar ao novo descanso na Liga vencendo a última partida. "Ainda falta muito para o próximo jogo após o Betis (contra o Granada) e se não há uma vitória, não trabalharemos com um clima total de tranquilidade", explicou na coletiva.  

Sem Piqué e Busquets

O zagueiro Gerard Piqué será baixa por precaução e Sergio Busquets foi descartado por decisão técnica. Será a vez de Alex Song ter uma nova oportunidade. "A análise sobre Song sempre é boa. A resposta que ele deu nas quatros partidas que jogou foi muito positiva"

Sobre a decisão técnica de não convocar Sergio Busquets, explicou: "Sergio acumula de forma consecutiva dois jogos com a Seleção Espanhola e seis com o Barça". Pelo visto, é o momento de descansar. Falta continuidade na pressão. Pressionamos somente em alguns momentos

Martino também afirmou que o time se encontra "numa fase aceitável com relação aos jogos, mas todos pensamos que podemos melhorar". Com relação a essas possíveis melhorias, indicou que a pressão exercida pela equipe é um dos aspectos a ser trabalhado. "Falta continuidade na pressão. Pressionamos somente em alguns momentos. Devemos marcar a saída de bola do rival para ter um maior controle da partida".