fcb.portal.reset.password
Cuenca i Marc Bartra

Isaac Cuenca tenta dar ânimos a Marca Bartra. / FOTO: MIGUEL RUIZ - FCB

Marc Bartra foi um dos principais protagonistas da final da Copa do Rei. O zagueiro culé foi o autor do gol do Barça, que acabou sendo insuficiente para vencer a partida. "É uma pena. Estamos tristes porque lutamos até o final. Soubemos igualar a partida, mas não conseguimos o objetivo", comentou.

A jovem promessa culé comentou: "Tivemos a posse de bola. Já eles tiveram algumas ocasiões e souberam aproveitar. Temos que felicitar o rival e seguir em frente", acrescentou. Sobre o golaço que marcou, explicou: "Estou feliz por jogar um clássico numa final, algo que era um sonho para mim. E nada melhor que marcar um gol".

Bartra também falou sobre o seu estado físico. "Não treinei nenhum dia com a equipe. Nem no treino desta quarta-feira. Mas no final acabei jogando e as sensações foram boas, msa nos últimos minutos notei um cansaço muito grande”. Por último, quis agradecer o esforço dos torcedores que foram a Valência. “Temos que seguir unidos para tentar ganhar a Liga”, completou.

Tristeza pela torcida

A torcida do Barça deu um espetáculo nas arquibancadas do estádio Mestalla. Apesar disso, o esforço deles não foi recompensado. Esse era um dos principais motivos de tristeza por parte dos jogadores culés. “É uma pena, devemos agradecer a nossa torcida, que esteve conozco até o final”, comentou o meia Andrés Iniesta. Outro que compartilhou a decepção de Iniesta foi o meia Xavi Hernández. “”Queríamos ter dado uma alegria à nossa torcida, mas não foi possível".

O brasileiro Daniel Alves também se lamentou nesse aspecto. “Peço perdão ao nosso torcedor. É uma pena, já que esta equipe trabalha muito”, disse. “É um ano estranho. Quando estávamos melhor no jogo, eles marcaram o segundo gol e já não conseguimos empatar”, finalizou.

Voltar ao início