fcb.portal.reset.password

Martino, decepcionado após a partida. / FOTO: MIGUEL RUIZ - FCB

Gerardo Martino comentou após a derrota na final contra o Real Madrid, que apesar da decepção em Valência, o Barça “deve seguir em frente e seguir lutando pelo título da Liga Espanhola”. Entretanto, mesmo com a mensagem de ânimo, o treinador argentino não escondeu a tristeza pelo resultado. “É um duro golpe porque tínhamos muitas expectativas”, acrescentou.

Além disso, o treinador argentino afirmou que a torcida esteve o tempo todo do lado da equipe e que sente uma dor profunda pela derrota. “É triste também pelas pessoas que vieram torcer pela equipe”, disse. Para ele, um dos poucos aspectos positivos foi a partida de Marc Bartra. “Ele demonstrou que pode conquistar um lugar na equipe e isso é algo positivo”.

Pouca precisão

Com relação ao futuro imediato da equipe, Martino ressaltou: “Temos que encontrar forças onde não há. Temos a obrigação de lutar até o último momento”. O técnico do FC Barcelona também analisou a forma de jogar dos seus atletas. “O Barça tem uma forma de jogar pouco flexível. Não existe uma bola longa para um centroavante. Somos uma equipe que faz a bola rodar, que elabora jogadas e quando nos falta precisão as partidas são incômodas”, explicou.

Persistir no estilo

O diretor esportivo do Barça, Andoni Zubizarreta, analisou a derrota na final da Copa do Rei. “Buscamos o gol até o último minuto e quase marcamos. Jogamos 93 minutos para vencer”. Apesar da derrota, Zubizarreta apoiou a continuidade do estilo de jogo do Barça. “Temos que manter nossa ideología, vimos uma equipe que tentou até o final. Algumas vezes você trabalha muito e os resultados não chegam”.

Voltar ao início