fcb.portal.reset.password
Adriano é abraçado pelos seus companheiros após o golaço que marcou.

Adriano abriu o placar com um golaço. / FOTO: Miguel Ruiz - FCB

O FC Barcelona ofereceu um verdadeiro espetáculo para a sua torcida no último sábado, contra o Rayo Vallecano. Toques rápidos e magistrais, perfeição no jogo coletivo, gols, ou seja, uma atuação completa que permitiu que os 74.517 torcedores presentes fizessem uma festa inesquecível no Camp Nou. E dois brasileiros contribuíram com grande protagonismo para toda essa alegria. O primeiro deles foi Adriano Correia, que com apenas um minuto de jogo voltou a mostrar porque é conhecido como o 'Torpedo Culé'.

O brasileiro executou com perfeição um disparo cruzado, rasteiro, de fora da área e marcou outro golaço ao seu melhor estilo. Foi o quarto gol de Adriano nesta temporada – 3 na Liga e 1 na Copa do Rei - com a sua principal especialidade, o chute de longa distância. “Sempre tento esse disparo rasteiro, direcionado no canto. É um chute que sempre causa muitas dificuldades para o goleiro rival”, afirmou. O gol do lateral brasileiro abriu o placar do que seria outra goleada histórica no Camp Nou: 6-0.

Um regresso triunfal

Após um mês lesionado, Neymar Jr. voltou. E com ele, um pouco do melhor que possui o futebol brasileiro no momento. Um regresso em grande estilo, que contou com o gol mais bonito dele na sua etapa como jogador culé. O craque não escondia a alegria pela seu retorno triunfal. “Estou muito feliz por voltar a jogar com meus companheiros e por ter feito um belo gol. Não existe felicidade maior”.

Sobre as sensações que sentiu ao voltar a campo, Neymar afirmou: “Me senti muito bem. Me senti leve, cômodo e tranquilo”. Ou seja, uma notícia excelente para o Barça, que nesta terça-feira enfrenta nada menos que o Manchester City pela Champions League. “Estamos preparados. Agora temos que descansar e treinar para estar bem e poder fazer uma boa partida em Manchester”, afirmou.

A dança de Neymar Jr

Neymar Jr marcou um golaço no Camp Nou no seu regresso e caiu na dança com o seu compatriota Daniel Alves. E se depender dele, a torcida culé pode ser preparar porque coreografia é o que não vai faltar. “Agora já tenho algumas. Estou treinando umas novas com o Alves e vamos aprontar algumas ainda”, avisou. Foi o 12º gol do craque brasileiro em 26 jogos com a camisa do Barça.


Voltar ao início